21.5 C
Sao Paulo
sexta-feira, 24 maio, 2019
Inauguração loja
Home Cidade Cidade Mercado do Tucuruvi será privatizado. Câmara recebe proposta da Prefeitura.

Mercado do Tucuruvi será privatizado. Câmara recebe proposta da Prefeitura.

O Projeto de Lei (PL) enviado pelo alcaide à Câmara Municipal de São Paulo propõe incluir na Lei n° 6.703/17 a hipótese de concessão e/ou permissão de vários serviços, obras e bens. A relação prevê acrescentar, além dos cemitérios e serviços funerários, o Complexo de Interlagos, 11 mercados municipais — incluindo o Mercado Municipal Waldermar Costa Filho, que fica no Tucuruvi – Zona Norte (ver abaixo), os reservatórios municipais de águas pluviais (piscinões), terminais de ônibus e áreas situadas nos baixos de viadutos e pontes. O Projeto de Lei (PL) foi protocolado na Câmara Municipal com um expresso pedido de urgência em sua tramitação.

A atualização e a nova redação das legislações citadas no PL vão dar novos instrumentos para a Prefeitura viabilizar parcerias com o setor privado para utilização, por exemplo, das áreas subutilizadas existentes nos terminais de ônibus. Ao mesmo tempo vai adequar as leis referentes a cemitérios, crematórios públicos, serviços cemiteriais e funerários.

No caso dos cemitérios e serviços funerários, a Prefeitura explicou em sua exposição de motivos aos vereadores que a autorização para concessão e/ou permissão é necessária diante da baixa qualidade dos serviços que atualmente são prestados. O objetivo é melhorar a qualidade dos serviços prestados que a Prefeitura reconhece “já está muito aquém do esperado e desejável”.

Interlagos – O Complexo Interlagos é um equipamento público subutilizado que, atualmente, custa por ano, aproximadamente, R$ 40,9 milhões. Caso o município continue arcando com esses valores e realizando novos investimentos, haverá substancial risco de comprometer o financiamento de outras políticas públicas essenciais aos munícipes paulistanos. Por este motivo, propôs o redesenho do arranjo institucional da gestão do Complexo Interlagos.

Mercados Municipais – Há ainda 11 mercados municipais – Guaianases, Ipiranga, Penha, Pinheiros, Pirituba, Rinaldo Rivetti (Lapa), São Miguel, Sapopemba, Teotônio Vilela, Waldermar Costa Filho/Tucuruvi e Vila Formosa –, em áreas consideradas estratégicas da cidade sem autorização para concessão e/ou permissão. A condição de conservação de todos eles está aquém do desejado, a despeito do potencial de exploração desses equipamentos. A concessão dos mercados municipais tem potencial para promover reforma, revitalizar e requalificar todos eles e incrementar seu potencial de uso, zeladoria e manutenção dos equipamentos.

Piscinões – Os reservatórios municipais de águas pluviais, os piscinões, são uma infraestrutura chave para o controle de cheias na cidade. A importância dos piscinões foi evidenciada no Programa de Metas 2017-2020 que estabeleceu como meta a redução de15% (3,4 km²) das áreas inundáveis de São Paulo. O cumprimento da meta passa pela modernização dos piscinões existentes e pela construção de novos reservatórios que garantam a continuidade das ações de drenagem já previstas.

Baixos de viadutos – Os baixos de viadutos, pontes e adjacências podem ser franqueados a particular mediante concessão de uso. Assim, a concessão das áreas situadas nos baixos e adjacências de pontes e viadutos tornou-se essencial para promover maior ocupação e requalificação destes espaços. A concessão destas áreas subutilizadas tem potencial para promover melhoria no ambiente urbano, na acessibilidade, na zeladoria e segurança destes espaços. << Com apoio de informações/fonte: Secretaria Especial de Comunicação-Secom/PMSP>>

O Mercado do Tucuruvi ===  Presente na história do bairro de Tucuruvi, a sua atual instalação data de início do século XX e era uma grande tecelagem. Contudo, quando da fundação do Mercado, em 17 de julho de 1949, ocupava um outro galpão na Avenida Nova Cantareira, que foi mantido por 20 anos. Foi apenas em janeiro de 1969, que o Mercado Municipal de Tucuruvi passou para sua atual instalação, na Avenida Nova Cantareira, 1686.

O Mercado, que é referência na região da Zona Norte da cidade de São Paulo, conta com 22 boxes e 14 bancas que oferecem os mais diversos produtos e serviços, além de estacionamento próprio e gratuito, convênio com estacionamento externo, caixas eletrônicos e instalações sanitárias.

Além da qualidade dos produtos oferecidos, muitos, inclusive encontrados apenas no Mercado, a excelência do atendimento prestado aos clientes e a tradição e a exclusividade são diferenciais na região.  O horário de funcionamento do Mercado Municipal de Tucuruvi é de  3ª feira a sábado, das 08 às 19 horas, e aos domingos e feriados, das 8 às 13 horas. As 2ªs. feiras o Mercado é fechado.

O espaço disponibiliza 22 boxes e 14 bancas ao público com grande variedade de produtos. O local possui uma das arquiteturas mais antigas do bairro, mantendo suas características até os dias de hoje.

Com uma média de 8 mil visitantes por mês, o mercado, além de receber visitas dos moradores de São Paulo, tem também como público turistas do interior como Mairiporã e Arujá. << Com apoio de informações / fonte:     Secretaria Especial de Comunicação-
Secom / PMSP >>


 

 

 

Institucional Trevo

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora