A exposição “17 ODS para um Mundo Melhor” ocupa o Memorial da América Latina —- núcleo de cultura, política e lazer que está completando 30 anos em 2019.  Com entrada gratuita, a mostra dura até dia 21 de junho e tem o objetivo de gerar interesse, reflexão e entusiasmo na população em prol de um mundo mais sustentável acerca dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU) até2030.

A exposição traz 17 Globos Terrestres, com 1,80 metros de altura, utilizados como uma tela tridimensional em que o público poderá interagir com a arte, além de refletir sobre questões sociais, ambientais e econômicas. Artistas renomados das mais diversas vertentes como Mundano, Beatriz de Carvalho, Fabiano Al Makul, Priscila Barbosa, Maramgoni, Fernanda Eva, Pomb, os arquitetos Marcelo Stefanovicz e Consuelo Cornelsen, Giovanna Nucci, Binho Ribeiro e o coletivo SHN estão entre os que assinam as criações.

Em 2015, líderes mundiais dos estados-membros da ONU reconheceram que a erradicação da pobreza em todas as suas formas e dimensões, incluindo a pobreza extrema, é o maior desafio global, além de ser requisito indispensável para o desenvolvimento sustentável e, a partir daí lançaram um plano de ação: a Agenda 2030, que contém um conjunto de 17 objetivos, entre eles, Educação de Qualidade, Redução das Desigualdades, Fome Zero e Agricultura Sustentável, Vida na Água e Igualdade de Gênero.

Catherine Duvignau, diretora da Toptrends e organizadora da mostra acredita que “através de uma exposição artística vamos levar a população a conhecer melhor os 17 ODS, essas metas tão importantes estipuladas pela ONU”.

A Agenda 2030 compreende que a cultura possui um papel fundamental para promover essas mudanças sociais para construção de um futuro melhor para as pessoas e para o planeta. A Novelis, líder mundial em laminados e em reciclagem de alumínio, patrocina o projeto e avalia os 17 objetivos como imprescindíveis, reforçando a necessidade de trazer cada vez mais pessoas para debater o tema. “Acreditamos que tratar temas tão importantes por meio da arte é uma forma de disseminar a mensagem de maneira lúdica. A sustentabilidade sempre fez parte do DNA da Novelis e nossa atuação contribui com objetivos como a conservação ambiental, gestão sustentável, alcance da igualdade de gênero, empoderamento de mulheres e promoção do crescimento econômico inclusivo e sustentável. Ao promover projetos como esse, amplificamos nosso propósito de criarmos juntos um mundo mais sustentável”, afirma Eunice Lima, diretora de comunicação e relações governamentais da Novelis.

Assista a reportagem da Tv Câmara:

 

Obras:

  • ODS 1 – Erradicação da Pobreza
    Artista:   Coma Cost
  • ODS 2 – Fome Zero e Agricultura Sustentável
    Artista:  Alexandre Truff
    ODS 3 – Saúde e Bem-Estar
    Artista: Fabiano Al Makul
    ODS 4 – Educação de Qualidade
    Artista: Pomb
    ODS 5 – Igualdade de Gênero
    Artistas: Priscila Barbosa
    ODS 6 – Água Potável e Saneamento
    Artistas: Giovanna Nucci
    ODS 7 – Energia Limpa e Acessível
    Artista: Cris Campana
    ODS 8 – Trabalho Decente e Crescimento Econômico
    Artista: Beatriz de Carvalho
    ODS 9 – Indústria, Inovação e Infraestrutura
    Artista: Nando Zenari
    ODS 10 – Redução das Desigualdades
    Artista: Gabriele Rosa de Novaes
    ODS 11 – Cidades e Comunidades Sustentáveis
    Artista: MARAMGONÍ
    ODS 12 – Consumo e Produção Responsáveis
    Artista: Mundano
    ODS 13 – Ação Contra a Mudança Global do Clima
    Artista: Fernanda Eva
    ODS 14 – Vida na Água
    Artista: Binho Ribeiro
    ODS 15 – Vida Terrestre
    Artista: Clara Leff
    ODS 16 – Paz, Justiça e Instituições Eficazes
    Artista: Paola Lopes e Glauco Diogenes (GDS)
    ODS 17 – Parcerias e Meios de Implementação
    Artista: SHN
  • SERVIÇO:

Exposição: 17 ODS Para um Mundo Melhor
Local: Memorial da América Latina
Período expositivo: até 21 de junho
Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Praça das Sombras
Barra Funda – zona Oeste – São Paulo
Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 18h
Informações:  (11) 3823-4600


Sobre a Novelis ===  No Brasil, a Novelis possui atividades de laminação em Pindamonhangaba e Santo André/SP. A operação local envolve cerca de 1.500 profissionais e alcançou receita de US$ 1,9 bilhão no último ano fiscal. Para o negócio de reciclagem, a Empresa mantém nove centros de coleta de sucata espalhados pelo País e conta com o maior centro de reciclagem da América do Sul.

Sobre a Toptrends === A Toptrends é uma empresa referência em realizar projetos de arte de rua através de diversas exposições itinerantes. Detentora do licenciamento da CowParade Holding e dos direitos de realizar a versão brasileira do maior evento de arte de rua do mundo, a Toptrends tem conquistado o mercado brasileiro com sua expertise no desenvolvimento de projetos de marketing cultural. Desde 2005, já realizou 12 edições da CowParade em todo o Brasil. Também produziu diversas exposições itinerantes pelo país como a Rinomania, uma exposição de rinocerontes decorados em comemoração aos 60 anos da Duratex; a Call Parade, que transformou 100 telefones públicos da capital paulista num suporte original para obras de arte a pedido da Telefônica/Vivo; a Big Heart Parade, que reuniu 78 corações customizados por arquitetos renomados da CASACOR 2013; a Mônica Parade, que homenageou, em 2014, os 50 anos da personagem, levando 50 esculturas às ruas de São Paulo, fruto de uma parceria entre a editora Panini e a Maurício de Sousa Produções, a exposição Reciclalata projeto desenvolvido em parceria com a Novelis para reforçar a importância da reciclagem das latinhas de alumínio e que passou por várias cidades entre 2015 e 2017; e mais recentemente, em 2018, a Happy Art Parade, uma exposição inédita que utilizou os emojis como suporte para arte.

Sobre o Memorial da América Latina ===  Inaugurado em 18 de março de 1989, o Memorial da América Latina tem a missão de promover a integração entre os povos latino-americanos, difundindo as manifestações de criatividade e de saber, somando-se às atividades intelectuais e culturais do Estado de São Paulo.  Com projeto arquitetônico de Oscar Niemeyer e concepção cultural de Darcy Ribeiro, o complexo tem área de 84 mil m². Em seu espaço estão a Biblioteca Latino-Americana, Galeria Marta Traba, Salão de Atos Tiradentes, Pavilhão da Criatividade e Auditório Simón Bolívar. Completa-se com o prédio da Administração o ex-Parlamento Latino-Americano, que hoje abriga a Secretaria da Pessoa com Deficiência. O órgão é uma fundação estadual de direito público sem fins lucrativos, com autonomia administrativa e financeira, vinculada à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado.


<< Com apoio de informações/fonte:  Agência Lema  Assessoria de Comunicação  >>

 

LimpaSP – estréia

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora