No próximo domingo (20dez2020),  já confirmaram 100 das mais importantes personalidades do país participarão de uma maratona on-line de 12 horas ininterruptas com um só objetivo: a conscientização da causa da pessoa com deficiência no Brasil.

Nesta primeira edição da Maratona Fest das Casas André Luiz , que terá o tema “Depois de 2020“, cada participante falará sobre como vê o futuro na sua área de conhecimento. Além dos bate-papos, o evento, que começa ao meio-dia e termina à meia-noite, terá shows musicais com o melhor da Música Popular Brasileira (MPB).

A maratona será transmitida pelas redes sociais oficiais das Casas André Luiz, Facebook e Youtube. Todas essas plataformas devem ultrapassar 6 milhões de visualizações durante todo o evento.

Quem vai participar 

Dezenas de celebridades, entre artistas, jornalistas, filósofos, empresários, esportistas e ativistas, estarão no evento. Entre eles: Fábio Porchat, Domenico de Masi, Leandro Karnal, Luiz Trajano, Rdorigo Faro, Antônio Fagundes, Mário Sérgio Cortella, Ana Maria Braga, Renata Lo Prete, João Marcello Bôscoli, Amir Klink, Toquinho, MPB4, Jair Oliveira e Zizi Possi. A apresentação da Maratona Fest será do escritor e parceiro da instituição, Alexandre Caldini. 

O que faz as Casas André Luiz 

A Maratona Fest também será uma ótima oportunidade para conhecer o trabalho das Casas André Luiz, instituição filantrópica e sem fins lucrativos que, há mais de 70 anos, atende gratuitamente mais de 1700 pacientes com deficiência intelectual e/ou física.

A instituição atende 550 pacientes que moram na Unidade de Longa Permanência e outros 1200, em seu Ambulatório de Deficiências. Todos recebem, gratuitamente, tratamento médico, odontológico, fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia, terapia ocupacional; além da customização de cadeiras de rodas e equipamentos de auxílio à locomoção. Para quem mora na Unidade de Longa Permanência, são oferecidos, sem custo, refeições, roupas e tratamentos.

Tudo isso só é possível graças às doações, parcerias e a ajuda imprescindível das “empresas iluminadas”, que apoiam as Casas André Luiz em todos os momentos.

Como a covid afetou a instituição

A pandemia de Coronavírus-Covid-19 agravou a situação das Casas André Luiz, pois todos os pacientes da Unidade de Longa Permanência, em Guarulhos, têm deficiências, portanto, todos são do grupo de risco.

Mesmo com os esforços da Área Clínica e da Enfermagem, que seguem todos os protocolos sanitários, a doença atingiu na instituição: até o início de setembro, foram 300 casos positivos e 7 mortes.

Cerca de 1.200 crianças e adolescentes também tiveram que permanecer em casa aguardando o retorno ao Ambulatório de Deficiências. Eles foram acompanhados por teleatendimento, o que ajudou a não comprometer o desenvolvimento conquistado com as terapias.

Além disso, os pacientes que necessitavam de atendimentos emergenciais continuaram frequentando o Ambulatório com as medidas preventivas ao novo Coronavírus.

Mais gastos por conta da pandemia

Insumos de extrema importância para a Enfermagem, a exemplo de máscaras e álcool gel, sofreram um aumento de preço exorbitante no começo da pandemia. Bem como cresceram os gastos com produtos de limpeza, uma vez que a higienização foi ainda mais reforçada.

Outra grande preocupação foi com o consumo de leite, arroz, feijão, óleo, açúcar e tantos outros alimentos, pois a baixa nas doações da comunidade fez com que parte da renda fosse destinada para o que, até então, ajudava a economizar.

Muitas atividades precisaram ser interrompidas, tais como a retirada de doações nas residências e as vendas nos bazares Mercatudo. Os eventos também foram adiados sem previsão de nova data ou até mesmo cancelados.

Solidariedade em tempos de crise 

Com o passar dos meses, muitas pessoas se solidarizaram com a situação e intensificaram a ajuda. O estoque de alimentos foi abastecido com doações de cestas básicas, costureiras voluntárias se reuniram para confeccionar roupas privativas usadas na Enfermaria Central. Foram inúmeras ações que aconteceram em prol da instituição.

A responsabilidade social também foi pauta de grandes empresas. Entre elas, a Ypê com a produção e a distribuição gratuita de álcool gel em hospitais; a Colgate com itens de higiene pessoal; o Fleury e a Cielo com testes para detecção de covid-19 e muito mais.

Houve também as lives! Diversas apresentações musicais, palestras, cursos e outros eventos, que tomaram conta da internet, também destinaram parte da renda arrecadada para as Casas André Luiz.

E, agora, a Maratona Fest fechará esse ano difícil, mas de muita ajuda e generosidade, com chave de ouro. Isso viabilizará a continuidade do atendimento aos pacientes que dependem tanto das Casas André Luiz!


Serviço

           MARATONA FEST DAS CASAS ANDRÉ LUIZ

  • Quando: domingo – 20dez2020
  • Horário: 12h00 até 00h00
  • Onde: You Tube-Casas André Luiz – clique aqui
  • Mais informações: clique aqui

<< Com apoio de informações/fonte: Relações Institucionais/Comunicação-marketing – Casas André Luiz >>