Início Bem Estar Lotes das vacinas AstraZeneca vencidos foram aplicados. Em SP, foram 996 vacinados

Lotes das vacinas AstraZeneca vencidos foram aplicados. Em SP, foram 996 vacinados

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil-EBC
Tempo de Leitura: 2 minutos

 

  • Quem foi vacinado nestes lotes e nas datas do vencimento da vacina, deve procurar o posto de saúde (UBS) com carteira de vacinação para registro e receber orientações

Segundo os dados, 996 pessoas em São Paulo podem ter recebido a vacina AstraZeneca com validade vencida na primeira dose. O site Folha.com veiculou às 12h25 desta 6ª. feira (02jul2021): “Milhares no Brasil tomaram vacina vencida contra Covid”. Segundo a nota, cerca de 26 mil doses da AstraZeneca fora da validade foram aplicadas em 1.532 municípios.  A matéria informa que “pelo menos 26 mil doses vencidas da vacina AstraZeneca (que tem validade de 3 meses no dia da vacinação ) foram  aplicadas em diversos postos de saúde do país. Os dados constam de registros oficiais do Ministério da Saúde”.

“A cidade de Maringá (PR) foi a que mais utilizou a vacina, com 3.536 pessoas na primeira dose. Depois aparecem Belém (PA), com 2.673, São Paulo (SP), com 996, Nilópolis (RJ), com 852, e Salvador (BA), com 824. As demais cidades aplicaram menos de 700 vacinas vencidas, sendo que a maioria não passou de dez doses”.

Confira na sua carteira de vacinação se você recebeu dose da AstraZeneca de um desses oito lotes. Veja também se foi depois da data de validade. O total de vacinas dos oitos lotes: 3,9 milhões  e 3,76 milhões dessas doses foram aplicada “dentro” do prazo de validade.

No total, são 139.911 doses de oito lotes da vacina AstraZeneca vencidas. 25.935 doses foram aplicadas fora da validade. E outras 113.96 doses vencidas desses oito lotes não tinham sido ministradas até 19 de junho.

O site Folha.com  (www.folha.com) creditou os dados até 19 de junho com fote DataSUS do Ministério da Saúde.

Nota da Redação:  Confira no site folha.com imensa relação com os locais que aplicaram as doses vencidas. Tem vários locais na Zona Norte de SP. 


 

<<Com apoio e colaboração de informações: Folha.com / Ministério da Saúde >>

d