Início Negócios IR 2020: quarentena é oportunidade para organizar dados e não cair na...

IR 2020: quarentena é oportunidade para organizar dados e não cair na malha fina

O período de isolamento causado pela pandemia da COVID-19 (coronavírus) obrigou muitos profissionais a adotarem o home office ou entrarem em férias coletivas. O fato de estar em casa pode ser uma oportunidade para organizar as finanças e acertar as contas com o “leão”.

Segundo o diretor de Desenvolvimento da Central Sicredi PR/SP/RJ, Adilson Felix de Sá, o período pode ser propício para organizar os dados, juntar documentos e antecipar a entrega da declaração. “Durante a quarentena é mais fácil encontrar documentos e evitar erros, além de conseguir fazer a entrega antes do prazo final. Quem se antecipa tem a vantagem de receber antecipadamente a restituição do Imposto de Renda, caso houver, e esse pode ser um bom recurso para investimentos”, explica o diretor. Lembrando que idosos, deficientes físicos ou mentais e portadores de doença grave têm prioridade no recebimento da restituição.

Neste ano, a Receita Federal espera receber cerca de 32 milhões de declarações até o final do prazo, marcado para o dia 30 de abril, com possibilidade de adiamento. Para evitar surpresas, O Sicredi separou algumas dicas para facilitar o preenchimento pelos contribuintes:

Você precisa declarar?

É importante lembrar que precisa entregar o IR quem se enquadra nos quesitos abaixo:

– Em 2019, recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 e, em relação à atividade rural, obteve receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50;

– Possui, em 31 de dezembro de 2019, propriedade de bens ou direitos, de valor total superior a R$ 300.000,00;

– Recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte acima de  R$ 40.000,00;

– Realizou operações na Bolsa de Valores.

Separe os documentos e não deixe para última hora

Antes de começar a declaração é preciso separar os documentos necessários para facilitar o envio de informações. Esse planejamento facilita o processo e ajuda a diminuir divergências nos dados, primeiro passo para não cair na malha fina. “Vale lembrar que o contribuinte pode importar os dados da declaração feita em 2019, o que facilita o preenchimento. Nesse caso, é importante ficar atento em caso de retificação, valendo o número do recibo da última versão enviada para a Receita”, explica Félix de Sá, que ainda indica os documentos mais importantes para a declaração:

– Informe dos rendimentos do ano de 2019. Normalmente oferecida pelo empregador, também contém dados como contribuições ao INSS, Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF);

– Informe de rendimentos da instituição financeira com a qual opera;

– Informe de rendimentos de corretoras;

– Comprovantes de rendimento ou pagamento de aluguéis;

– Número do CPF dos dependentes;

– Comprovantes de despesas médicas, odontológicas e escolares do contribuinte e dos dependentes;

– Doações a instituições com deduções legais;

– Comprovantes de contribuições de Previdência Privada na modalidade Programa Gerador de Benefício Livre (PGBL).

– No caso de compra ou venda de bens, como carros ou imóveis, é necessário lançar na declaração a inclusão ou a retirada do bem, junto do cpf da pessoa que comprou o patrimônio ou de quem foi comprado, para evitar problemas na comparação com declarações anteriores.

Aproveite o dinheiro extra para investir

Em 2020, a  Receita Federal informou que reduziu o números de lotes de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física, de sete para cinco e que irá antecipar o pagamento das restituições. O primeiro lote está programado para o dia 29 de maio e o último previsto para 30 de setembro.

“Essa é uma boa notícia para quem tem valores a restituir. Nesses casos uma boa opção é aproveitar o dinheiro extra para investir ou poupar. O associado do Sicredi, por exemplo, pode informar na declaração o número da conta poupança e assim fazer uma reserva financeira segura e imune às oscilações da Bolsa de Valores”, finaliza o diretor.

Sobre a Sicredi Vale do Piquiri Abcd PR/SP ==  A Sicredi Vale do Piquiri é uma cooperativa com 31 anos de história e mais de 144 mil associados, distribuídos em 82 agências. A Cooperativa atua nas regiões Oeste e Noroeste do Paraná, além de São Paulo (capital) e ABCD Paulista. A instituição se destaca pelo atendimento aos associados e pela preocupação com o desenvolvimento da comunidade.

Sobre o Sicredi. ===  O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 4 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.800 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros (www.sicredi.com.br).

*Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

FGCoop ===   Todos os depósitos mantidos nas cooperativas têm a proteção do Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito (FGCoop), que garante até R$ 250 mil por CPF ou CNPJ. O valor é o mesmo garantido pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC) aos clientes dos bancos.  Além do FGCoop, as cooperativas filiadas ao Sicredi têm acesso ao sistema de garantia solidária do Sistema, que está alicerçado em cinco pilares: estrutura estatutária, políticas operacionais e procedimentos padronizados, governança corporativa, gestão  centralizada dos recursos e fundos garantidores.

Sicredi – SP:

Escritório Regional-SP:  Av.Paulista, 807 – Bela Vista – (11) 28905300

Paulista – Av. Paulista, 923 – Bela Vista – (11) 3053-4200
Faria Lima –  Av. Brigadeiro Faria Lima, 3311 – Itaim Bibi – (11) 3790-5000
Berrini – Av. Eng. Luiz Carlos Berrini, 853 – Cidade Monções – (11) 3137-1300
Rebouças – Av. Rebouças, 2023 – Pinheiros – (11) 2930-8200
ACSP/Centro – Rua Boa Vista, 51 – Centro – (11) 3101-4821 / 3101-4899
Campo Belo – Av. Vereador Jose Diniz, 3580 – Santo Amaro – (11) 3143-0000
FETCOOP/V.Maria– R. Orlando Monteiro, 21- V.Maria – (11) 3137.0800
Lapa – Rua Barão de Jundiai, 337 – Lapa – (11) 2892-2155
Mooca –  Av. Paes de Barros, 1845 – Mooca – (11) 2021-2147/2021-1909
Santana – Rua Voluntários da Pátria, 1540 – Santana – (11) 2984-2900
Santo Amaro – Av. Adolfo Pinheiro, 2041 – Santo Amaro – (11) 2592-6446
Tatuapé – Pç. Silvio Romero, 66-68 – Cidade Mãe do Céu – (11) 2890-4600
Vila Maria – Av. Guilherme Cotching, 985 – Vila Maria – (11) 2930-8250

Espaços Sicredi ACSP:

  • Distrital Sudeste/V.Mariana: Rua Afonso Celso, 1959 – V.Mariana – (11) 3180.3271
  • Distrital Pinheiros: Rua Simão Alvares, 517 – (11) 3180.3637
  • Distrital Penha: Rua Gabriela Mistral, 191 – (11) 3180.3012
  • Distrital Centro / Liberdade: Rua Galvão Bueno, 83 – (11) 3180.3580
  • Distrital Ipiranga: Rua Benjamin Jafet, 95 – (11) 3180.3246
  • Distrital Mooca: Rua Madre de Deus, 222 – Mooca – (11) 3180.3092

Sicredi – ABCD:

Diadema – Av. Encarnação, 530 – Piraporinha – (11) 4061-4300 / 4056-4664
Diadema  – ACE DIADEMA – R. das Turmalinas, 98 –  Centro – (11) 4057-1553
Mauá  – Av. Barão de Mauá, 1473 – Jardim Maringá – (11) 4547-6200
Mauá – ACIAM – Rua Guido Monteggia, 151 – Centro – (11) 4541-3089
Ribeirão Pires  – R. Stella Bruna Cecchi Nardelli, 48 – Centro – (11) 4822-8100
Santo André  – Av. Gilda, 120 – Vila Gilda – (11) 4422-7575
S.Bernardo do Campo – Rua Harmonia, 116 – Rudge Ramos – (11) 4366-2400
S.Bernardo do Campo –R.  Imperador, 14 –Nova Petropolis– (11) 4122-6400
São Caetano do Sul  – Av. Goiás, 1685 – Santo Antonio – (11) 4223-4300

Mais informações:     www.sicredi.com.br