Início Cotidiano Ingresso em bares, restaurantes e eventos somente quem mostrar que está vacinado

Ingresso em bares, restaurantes e eventos somente quem mostrar que está vacinado

Tempo de Leitura: 2 minutos

 


Nota da Redação=== Às 23 horas desta 2a. feira (23ago2021), a Prefeitura de São Paulo divulgou a nota seguinte, na íntegra: “A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, entende que deve ser obrigatória a exigência do comprovante de vacinação para frequência de pessoas em grandes eventos, como feiras, congressos e espetáculos; e facultativa para locais de fluxo e permanência eventual de pessoas, como bares, restaurantes e centros comerciais. Contudo, o tema está em estudo na Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa). Assim que o protocolo estiver concluído, será amplamente divulgado”.


 

  • Secretaria Municipal da Saúde (SMS) disponibilizará informações para que organizadores e proprietários de bares e  restaurantes — e também shoppings —  possam ter o controle e barrar quem não se vacinou

A Prefeitura de São Paulo irá disponibilizar os dados das pessoas imunizadas na capital para comerciantes e organizadores de eventos por meio da plataforma e-SaúdeSP. A partir disso, será possível controlar a entrada de apenas pessoas vacinadas em eventos e estabelecimentos comerciais.

“A gente deve definir os protocolos para participação em eventos e um desses elementos importantes é a condição da pessoa estar vacinada, e isso precisa ser confirmado”, explicou o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido.

O monitoramento deve funcionar da seguinte forma: os munícipes podem baixar o aplicativo e-Saúde. Lá, será disponibilizado um QR Code que passará por um leitor via totem, tablet e/ou computador nos estabelecimentos e eventos para garantir que apenas pessoas vacinadas adentrem nesses locais.

Caso a pessoa não tenha acesso a plataforma e-Saúde, deverá apresentar o cartão de vacinação físico.

Os protocolos ainda estão sendo definidos e devem conter as penalidades para os estabelecimentos que eventualmente deixarem transitar em seu interior pessoas que não estiverem vacinadas. Segundo o secretário Edson Aparecido, a ideia é que tudo fique pronto no início da próxima semana.

e-SaúdeSP

A Plataforma de Saúde Paulistana, e-saudeSP, é uma criação da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) para facilitar o acesso e o registro das informações de saúde do cidadão paulistano.

Concebida para integrar e disponibilizar todas as informações de saúde envolvidas no atendimento Sistema Únido da Saúde – SUS do âmbito municipal de São Paulo, o app possibilita que o cidadão registre diariamente seus dados de saúde, permitindo o monitoramento de informações de importância, como aferições de pressão e glicemia capilar, registro de peso, alergias e medicações de uso contínuo.

Além disso, o app reúne grande quantidade de informações úteis da saúde, como orientações oficiais da SMS, armazenamento do histórico clínico do paciente, e georreferenciamento para localização de unidades de saúde. <<Com apoio de informações/fonte: Secretaria Especial de Comunicação-Secom/PMSP >>


d