Com o objetivo de atender a uma demanda antiga da Zona Norte da cidade, começa a funcionar nesta 2a. feira (11/05) o novo Hospital Municipal da Brasilândia.

Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, viabilizou inicialmente 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 16 leitos de enfermaria, que serão destinados exclusivamente para atendimento aos pacientes diagnosticados com covid-19 (doença provocada pelo novo coronavírus). Ao todo, quando estiver em pleno funcionamento, a unidade terá 305 leitos e beneficiará 2,2 milhões de pessoas da região.

Atualmente, as unidades de saúde têm atendido diariamente os usuários com sintomas de síndrome gripal.

Sendo leve, são medicados e orientados para o isolamento domiciliar. Estes pacientes são monitorados diariamente e com retorno até o quinto dia.

Se apresentarem piora nos sintomas, são encaminhados para Hospitais de Campanha, conforme critérios clínicos. De acordo com o último levantamento realizado pela SMS, foram registrados 123 óbitos na Brasilândia e 80 óbitos na Freguesia do Ó.

A região da Freguesia/Brasilândia também conta com:

17 Unidades Básicas de Saúde (UBS), sendo 12 delas atuando com Estratégia Saúde da Família;
1 Ambulatório de Especialidades;
1 Hospital Dia Rede Hora/Certa;
1 Serviço de Assistência Especializada DST/AIDS;
1 Centro de Referência de Saúde do Trabalhador;
1 Unidade de Vigilância em Saúde;
1 Laboratório de Saúde Pública;
1 Centro de Convivência e Cooperativa;
1 Centro de Convivência Infantil; 1 Centro Especializado em Reabilitação;
1 Centro de Especialidades Odontológicas;
2 Centro de atenção Psicossocial III adulto (CAPS);
1 CAPS II Infanto/Juvenil;
1 CAPS III Álcool/Drogas;
2 Unidades de acolhimento ligadas ao CAPS Álcool/Drogas;
3 residências Terapêuticas ligadas ao CAPS III adulto;
3 AMA’s (Assistência Médica Ambulatorial);
1 Pronto Socorro Isolado.

Coronavírus na Brasilândia === A Brasilândia é um distrito com mais de 280 mil habitantes e, como forma de ampliar a prevenção do coronavírus na região, ações comunitárias são realizadas regularmente. As equipes de saúde orientam sobre a importância do uso de máscaras e do isolamento social.

Também foram realizadas parcerias com lideranças locais e a subprefeitura da Freguesia/Brasilândia faz a desinfecção de ruas com ações de limpeza. As associações do bairro também auxiliam na produção e distribuição de máscaras pelas comunidades. Carros de som e um trio elétrico, cedido pela sociedade civil, percorrem diariamente as ruas com orientações necessárias para o combate ao coronavírus, além dos carros de som da subprefeitura.

<Com apoio de informações: SECOM (Secretaria Especial de Comunicação PMSP)

Crédito das fotos:  Edson Lopes Jr/ SECOM

credito_sicredi

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora