da Redação DiárioZonaNorte ===

O brasileiro ama um bordão…    Bordão é uma expressão comumente repetida por alguém, para fazer um comparativo sobre alguma coisa.  Um dos mais populares entre nós é o “não é assim uma  Brastemp”, quando se trata de algo meia  boca, de baixa qualidade.   O italiano não fica atrás no uso de bordões.  Na velha bota, quando algo é muito bom e com qualidade acima da média, é comum ouvir “uguale a uno Garofalo”.

Ah… você não tem ideia do que é Garofalo e porque é tão bom, a ponto de virar um bordão na Itália?  O DiárioZonaNorte vai explicar. Garofalo é nada mais, nada menos do que o  melhor macarrão do mundo. Não é uma opinião nossa, é a  história que atesta o fato.

Quem nos contou esta história foi Massimo Locatelli, diretor da Locamatta – a importadora oficial da Garofalo no Brasil, durante a APAS SHOW 2019.  É a primeira vez que a marca participa da feira, o  maior evento de supermercados do mundo e maior feira de alimentos e bebidas da América Latina.   O evento também foi palco do lançamento oficial da nova linha Filippo Menna.

Gragnano === Quando fala da Garofalo, os olhos de Massimo brilham, entregando toda a paixão dele pelo produto que importa com exclusividade para o Brasil.  De acordo com ele “quem conhece as raízes da  Garofalo dá um primeiro passo para  entender de onde vem a paixão da empresa,  sua habilidade e seu espírito inovador”.

De acordo com ele,  a Garofalo foi fundada há 230 anos, em 1789  na cidade de Gragnano – perto de Nápoles, local  reconhecido mundialmente pela qualidade de sua pasta.  O que torna a cidade tão especial, além da qualidade de  sua água e do seu trigo (essenciais no preparo da massa) é o  seu microclima.  Em Gragnano há uma combinação equilibrada entre  vento, sol e umidade na medida certa, tornando o local ideal  a secagem da massa, a etapa mais delicada e importante na criação da massa.

IGP === As massas produzidas pela  Garofalo são certificadas pela IGP (Indicação Geográfica Protegida) “Pasta di Gragnano”,  a única certificação de qualidade da massa alimentícia reconhecida pela União Europeia.  Para receber a IGP é preciso seguir processos de produção específicos: a massa deve ser produzida em Gragnano, apenas com sêmola de trigo durum de alta qualidade e água de aquíferos locais.

Para a produção das massas, obrigatoriamente são utilizados  moldes de bronze; após o resfriamento de até 24 horas, a massa deve ser empacotada no local de produção, sem ser movida e o nível mínimo de proteínas do produto final deve ser de 13%.

A Garofalo  trabalha com um portfólio de mais de 100 cortes de massa: curtos, longos, massas para sopa e formatos especiais, nhoque de batata, massas de trigo durum integral, massas sem glútem, massas com ovos, massas de sêmola de trigo durum. Completa a linha, perfumados molhos preparados com 100% tomates italianos  e um especialíssimo azeite extra virgem, com 0.1% de acidez.

Como avaliar uma boa massa   ===  Massimo Locatelli nos explica que uma boa massa apresenta uma boa arquitetura (não desmonta após cozida),  se mantém elástica mesmo quando cozida mais que o necessário, mantém a cor e a forma após o cozimento, tem a porosidade certa (uma massa com molho deve ter uma absorção diferente de uma que vai em uma sopa, por exemplo).  Ele lembra que “al dente” é quando o  macarrão mantém sua resistência mesmo quando completamente cozido – ou completamente hidratado e é diferente de uma massa crua, retirada da água antes do tempo.

E por falar em água,  para um cozimento ideal da massa, é necessário usar 1 litro de água fervendo  para cada 100 gramas de massa.   No final do cozimento, a aparência da água diz muito sobre a qualidade da massa: se ficou turva é porque a água liberou  seu amido e então sua rede de glúten cedeu. A água de cozimento de uma boa massa continua transparente.

Linha Filippo Menna  = O nome da linha homenageia o pai do CEO da empresa, Massimo Menna.  Feitas com uma seleção de sêmolas de trigo durum 100% italiano, cultivados nas regiões do sul e centro da Itália, resultando em um grão de alta qualidade nutricional. A água utilizada no preparo da massa vem dos aquíferos locais.   Com um preço competitivo, a nova linha traz os cortes Farfalle, Penne, Fusilli, Spaghetti, Fettucce, Linguine, Pappardelle, Tagliatelle e Gnocchi di Patate. Os cortes são encontrados em embalagens transparentes de 500 gramas.

Onde encontrar ===   Os produtos da Garofalo são trazidos para o Brasil pela Importadora Locamatta e  são encontrados no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná,  Rio de Janeiro, Bahia, Maranhão, Pará, Acre, Goiás e Distrito Federal.

Em São Paulo, na Zona Norte, você encontra os produtos Garofalo  e brevemente Filippo Mena nas lojas do Oba Hortifruti (na Avenida General Ataliba Leonel n.  1155, no Carandiru e na Rua Alfredo Pujol 1324, em Santa Terezinha e na  Rua Augusto Tolle, 933 – Santana), bem como em toda a Rede Oba em São Paulo e Campinas.

A linha completa da Garofalo é comercializada pelo  Eataly na Avenida Presidente Juscelino Kubitschek n. 1489 – no Itaim Bibi ou ainda no Zaffari Burbon da  Rua Palestra Itália n.  500 – na Pompéia e Zaffari Morumbi Town na Avenida Giovanni Gronchi, 5930 – Morumbi.

Serviço:

🌐  Locamatta Importação e Comércio de Alimentos

📧 contato@locamatta.com.br

☎️(21) 98226.0043 (Massimo Locatelli)

Investir e Ganhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora