A 2a edição do Fotossensível – Curso de fotografia, projeto destinado a jovens entre 14 a 17 anos da Zona Norte da capital paulista, ofereceu durante quatro meses uma imersão no campo da linguagem fotográfica. Durante este período, os jovens puderam se conectar com um rico conteúdo de sensibilização artística que permeia o universo da fotografia, com acesso a teorias, referências e técnicas que promoveram diálogo, experimentações e reflexões.

O fruto deste trabalho poderá ser conferido pelo público através de uma exposição de fotografia que ficará em cartaz de 30 novembro a 26 de janeiro de 2020 na Casa de Cultura da Vila Guilherme, na zona norte da capital paulista. Os 35 jovens participantes do projeto apresentarão as imagens produzidas ao longo do curso. A entrada da exposição é gratuita e livre para todas as idades.

Os educadores André Spínola, Camila Feltre, Patrícia Marchesoni e Mariana Fontes trouxeram aos alunos abordagens dentro dos temas da história da fotografia, história da arte, estudos de composição e ética do fotógrafo. Nas aulas práticas, os jovens puderam conhecer desde os processos químicos de revelação e de fotografia analógica, até a fotografia feita com câmeras digitais e celulares.

Dentro do cronograma, os alunos tiveram a oportunidade de visitar duas exposições de fotografia em centros culturais e instituições públicas, cujos conteúdos foram debatidos ao longo do curso. Uma delas foi a exposição “Gold – Mina de Ouro Serra Pelada”, com fotos de Sebastião Salgado, no SESC Paulista, e a outra foi a exposição “Mediações”, de Susan Meiselas, em uma das galerias do Instituto Moreira Salles SP.

Maysa Gil, coordenadora executiva do Instituto JCA, parceiro estratégico do projeto, afirma que “o Instituto acredita no potencial transformador da juventude. Por isso, cria estratégias para que os jovens possam não só estudar, mas também praticar e experimentar ações em que sejam os protagonistas. O projeto Fotossensível é mais um exemplo disso. Através do conhecimento da fotografia e da linguagem visual, os jovens são estimulados a prestarem atenção na realidade, o que fomenta reflexões sobre espaços de arte na cidade e desperta o papel de transformadores”.

Além da exposição dos jovens, o público poderá visitar, no mesmo local e período, a exposição resultante do Fotossensível – curso de fotografia voltado para professores e educadores da zona norte. Este formato do curso aconteceu em três módulos independentes e complementares, e os participantes são educadores de diversas instituições da região.

Oficinas sobre acessibilidade a partir da Exposição Fotossensível

O projeto Fotossensível abrange também outras vertentes de atuação. Haverá duas oficinas sobre acessibilidade, abertas ao público, a partir da Exposição Fotossensível. Uma delas é “Introdução à audiodescrição”, ministrada por Edgar Jacques, que fará uma apresentação deste recurso de acessibilidade. A outra é “Oficina de poesia visual + Sarau” com Slam do Corpo, primeiro grupo a realizar uma batalha de poesias entre surdos e ouvintes. Ambas terão como ponto de partida as fotos da exposição. Os eventos têm entrada gratuita, vagas limitadas e são voltadas ao público cego, vidente, surdo e ouvinte.

O projeto Fotossensível é elaborado pela REVER Estudos em Fotografia e Aymberê Produções Artísticas, com parceria estratégica do Instituto JCA e patrocínio da Viação Cometa através do ProAC ICMS.

Serviço

Exposição Fotossensível – Curso de Fotografia  

  • Data: 30 de novembro a 26 de janeiro de 2020
  • Local: Casa de Cultura da Vila Guilherme (Praça Oscar da Silva, 110)
  • Entrada gratuita, todos os dias, das 10hrs às 21hrs.

*Na abertura da mostra, no dia 30 de novembro às 15h, os 35 alunos do projeto estarão presentes para comunicar sobre a vivência no campo da fotografia. 

Oficina de Introdução à audiodescrição, com Edgar Jacques

  • Data: 11 de dezembro, quarta-feira
  • Horário: das 13h30 às 17h
  • Local: Casa de Cultura Vila Guilherme ( Praça Oscar da Silva, 110)
  • Inscrições pelo e-mail aymbereprodart@gmail.com
  • Para público vidente e cego
  • Gratuito | Vagas limitadas

Oficina de poesia visual e sarau com Slam do Corpo

  • Data: 12 de dezembro, quinta-feira
  • Horário: das 13h30 às 17h
  • Local: Casa de Cultura Vila Guilherme ( Praça Oscar da Silva, 110)
  • Inscrições pelo e-mail aymbereprodart@gmail.com
  • Para público ouvinte e surdo
  • Gratuito | Vagas limitadas

 Sigam o projeto nas redes sociais: Facebook e Instagram: @parquedasartesvilamaria

Blog: https://parquedasartesvilamaria.blogspot.com

 

LimpaSP – estréia

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora