A Enel Distribuição São Paulo retomou gradualmente, durante o mês de junho, a leitura presencial dos medidores de energia dos clientes da companhia. A expectativa é que, em julho, todos os equipamentos de medição voltem a ser lidos normalmente pela distribuidora. A retomada dos leituristas nas ruas em São Paulo está em linha com o anúncio do Governo do Estado em relação à flexibilização do isolamento social.

Os leituristas seguirão trabalhando com todos os protocolos de cuidados com a higiene, como o uso de máscaras e álcool em gel e mantendo o distanciamento dos clientes, garantindo a segurança de todos.

Desde o final de março, muitos clientes tiveram a conta de energia faturada pela média do consumo dos últimos 12 meses ou por meio da autoleitura. << Não haverá leitura da conta de luz. Morador terá que passar os dados – Matéria do DiárioZonaNorte de 03abr2020 – clique aqui para reler >>

A medida foi autorizada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em função do avanço da Covid-19 e para contribuir com o isolamento social. Para saber como foi faturado, o cliente pode checar na conta de energia, no campo “Dados de Medição”. Se na linha de “Leitura” aparecer a informação “Não executada”, o cliente foi faturado pela média naquele mês. A diferença, a maior ou a menor, entre o valor da conta faturada pela média e o real consumo de energia no período será compensada automaticamente, quando a leitura voltar a ser efetuada pela Enel Distribuidora ou caso o cliente tenha realizado sua autoleitura.


O Bom Dia São Paulo/Rede Globo veiculou reportagem nesta 2ª feira (22jun2020) com reclamações de moradores dos valores cobrados com a medição pela média do ano. Título: ENEL COBRA VALORES EXORBITANTES DEPOIS DE PEDIDO DE AUTOLEITURA. Assista abaixo entrevista de 16 minutos do jornalista e apresentador Rodrigo Bocardi com a responsável pela Experiência do Cliente da Enel Brasil, Danusa Correa. Clique no link:

https://globoplay.globo.com/v/8641946/programa/


Segundo comunicado da empresa, atenta ao atual momento crítico para a economia, a Enel Distribuição São Paulo está oferecendo a opção de parcelamento dos débitos com a companhia. Os clientes que desejarem podem parcelar os débitos em até oito vezes e as parcelas serão cobradas nas próprias faturas de energia ou em até 12 vezes no cartão de crédito. A entrada será a partir de 13% do valor total do débito, que poderá ser pago por boleto, para aqueles que optarem pela cobrança na fatura de energia ou no próprio cartão de crédito. Para realizar a negociação, os clientes podem acessar o Portal de Negociação (https://portalnegociacao.eneldistribuicaosp.com.br/#/home) ou o Aplicativo (https://www.eneldistribuicaosp.com.br/atendimento/aplicativo-enel).


Sobre a Enel Distribuição São Paulo ===  É uma empresa da multinacional de energia Enel. A companhia é a maior distribuidora do país em número de clientes e atende 7,2 milhões de unidades consumidoras em 24 municípios da região metropolitana de São Paulo, incluindo a capital paulista, um dos principais centros econômico-financeiros do Brasil e do mundo. A estratégia de atuação da Enel é baseada no seu Plano de Sustentabilidade e nos compromissos assumidos com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU.  << Com apoio de informações/fonte: Imprensa/Relações com a Mídia – Enel Distribuição São Paulo / Taís Barros >>


                         Reclamações e orientações do Procon-SP

Para conferir como foi feita a leitura é preciso verificar na conta: no campo dados de medição é possível verificar se o faturamento foi feito ou não pela média. Apesar de a Enel afirmar que em caso de cobrança a mais deduzirá o valor nas próximas contas, o consumidor que discordar ou não reconhecer a cobrança, pode registrar reclamação no @proconsp.

Em razão de algumas reclamações sobre contas elevadas, @proconsp e Enel entraram  em tratativas pela volta dos funcionários que fazem a leitura do consumo de energia nas residências.

Para conferir como foi feita a leitura é preciso verificar na conta: no campo dados de medição é possível verificar se o faturamento foi feito ou não pela média. Apesar de a Enel prometer que o valor será deduzido nas próximas contas, caso o consumidor discorde com a cobrança, pode registrar reclamação.

Como reclamar e obter orientações ===  O @proconsp disponibiliza canais de atendimentos à distância para receber denúncias, intermediar conflitos e orientar os consumidores: via internet (www.procon.sp.gov.br) e aplicativo – disponível para Android e iOS.

Veja algumas dicas para reduzir o consumo:

* deixe as janelas abertas e aproveite ao máximo a temperatura e a luz natural ao longo       do dia;
* regule o tempo do banho e o uso do ferro de passar;
* dê preferência aos produtos in natura para facilitar o cozimento;
* para que tem criança, estimule o uso de brincadeiras que não demandem uso de energia.


<< Com apoio de informações/fonte: Assessoria de Comunicação-Procon/SP >>

 

credito_sicredi

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora