Após uma campanha marcada por muito engajamento, olho no olho, pouco dinheiro e muita criatividade, a Bancada Ativista ganhou as eleições para Deputado Estadual em São Paulo alcançando cerca de 150 mil votos e é 10ª candidatura mais votada no estado.

O pioneirismo e a inovação marcaram a candidatura da Bancada Ativista – movimento que juntou em um único número na urna nove ativistas, todos com sólido histórico atuando em causas relacionadas a direitos humanos, redução das desigualdades e proteção do meio ambiente.

A gestão será compartilhada entre os nove co-deputados, que construirão um mandato coletivo e participativo para radicalizar a democracia e defender pautas progressistas. Entre os eleitos, há representantes da Zona Norte da cidade de São Paulo.

É a primeira vez que uma candidatura coletiva vence as eleições em um grande colégio eleitoral, após experiência similar obter sucesso elegendo cinco co-vereadores em Alto Paraíso em 2016.  Apesar de contar com poucos recursos financeiros, quando comparada à média das campanhas vitoriosas, a Bancada Ativista alcançou o maior financiamento coletivo do país, chegando a cerca de R$ 72 mil doados por mais de 700 pessoas.

Conheça todos os ativistas eleitos co-deputados e suas propostas para Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo – ALESP:

Anne Rammi: Artista, feminista, ciclista e ativista de causas ligadas à maternidade

Chirley Pankará: Indígena, pedagoga e militante das causas dos povos originários

Claudia Visoni: Jornalista, ambientalista e agricultora urbana

Erika Hilton: Transvestigênere, negra e ativista dos Direitos Humanos

Fernando Ferrari: Morador do Capão Redondo, militante da cultura, contra o genocídio da juventude periférica e pela participação popular na construção do orçamento público

Jesus dos Santos: Nordestino imigrante, militante da cultura, da comunicação e do movimento negro

Mônica Seixas: Nome que apareceu nas urnas. Mãe, jornalista, feminista negra e ativista socioambiental, moradora de Itu.

Paula Aparecida: Professora da rede pública, feminista e ativista pelos direitos dos animais

Raquel Marques: Sanitarista, ativista pela equidade de gênero e pelo parto humanizado

Para conhecer todas as propostas e perfil completo dos ativistas da Bancada clique aqui: https://monicadabancada.com.br/propostas-principios – o site também traz uma seção de perguntas e respostas cobrindo as dúvidas mais comuns sobre a proposta da Bancada Ativista. 

Sobre a Bancada Ativista ===  Movimento suprapartidário dedicado a eleger ativistas para o poder legislativo em São Paulo. Composto por cidadãs e cidadãos com atuação em diversas causas sociais, econômicas, políticas e ambientais, visa oxigenar a política institucional com a construção coletiva de campanhas e mandatos, com grande foco em transparência, pedagogia e participação. Nas eleições municipais de 2016, a Bancada Ativista apoiou oito candidaturas ativistas para a Câmara de Vereadores na cidade de São Paulo. Essas candidaturas receberam 73.355 votos – mais de 1 em cada 100 votos na cidade – e elegeu Sâmia Bomfim. Mais informações em: www.monicadabancada.com.br 

<Com apoio de informações/fonte: Arcow Comunicação >>

No Facebook: www.facebook.com/bancadaativista.

No Instagram: https://www.instagram.com/bancadaativista 

<Obs.: o DiárioZonaNorte vai dar apoio à Bancada Ativista e mostrará sua atuação passo a passo na ALESP>
 
====================
 
“DiárioZonaNorte” tem ética profissional e não brinca em serviço nas 24 horas de notícias e reportagens relevantes para os moradores da Zona Norte (Noroeste e Nordeste). Matérias próprias (Em Primeira Mão ou Exclusivas), além de reconhecer o importante trabalho de profissionais nas Assessorias de Imprensa, sempre respeitando as fontes, com o apoio de informações. Anuncie onde tem conteúdo sério e informativo: publicidade@diariozonanorte.com.br
Institucional Trevo

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora