Início Cultura “Elvis não morreu!”. Clássico do “Rei do Rock” completa 60 anos com...

“Elvis não morreu!”. Clássico do “Rei do Rock” completa 60 anos com homenagem

Um dos maiores clássicos do Rei do Rock está completando 60 anos neste mês. Para celebrar a importante marca, Jair Bloch, uma das novas apostas do gênero, reuniu um timaço de músicos e criou uma versão exclusiva em punk rock de um dos maiores hinos do Rock, “It’s Now or Never” (“É agora ou Nunca”), que estará disponível no Youtube e em todos os apps de música nesta 6ª feira (31jul2020) — acessar: Canal YouTube/Jair Bloch.

Ao lado de nomes como Marcão Britto, guitarrista icônico da banda Charlie Brown Jr., Yohan Kisser (Kisser Clan e Sioux 66), Bento Mello (Sioux 66), Valter Gomes e as benções da família Presley, que autorizou o cantor a regravar o clássico do Rei após dois anos de tentativas, Jair Bloch apresenta uma versão hardcore de um dos maiores hits de todos os tempos.

“Queria fazer algo que ninguém no planeta tivesse feito ou sequer imaginado. Uma versão meio Punk Rock e meio Hardcore do Elvis, pois ele foi reconhecido por ser um músico inovador e transgressor, no bom sentido. Uma projeção do que seria o Rei do Rock atualmente”, explicou.

Além da dificuldade de construir uma nova identidade à música “It’s Now or Never”, Jair Bloch também enfrentou um processo complicado para conseguir gravá-la e publicá-la. A canção, famosa na voz de Elvis, é uma versão da canção italiana denominada “O Sole Mio“, composta por Eduardo Di Capuo, Alfredo Mazzuchi e Giovanni Capurro, no longínquo ano de 1898 — há 122 anos.

“Foi preciso pedir autorização aos herdeiros de Aaron Schroeder, autor da música em inglês, e à terceira geração dos compositores italianos. Isto custou tempo e dinheiro, mas as respostas foram todas positivas”, destacou o cantor.

Com a ideia de conectar o legado do rei com o público mais jovem, por meio de uma sonoridade mais moderna, “It´s Now or Never” é a segunda de três canções que ganharão releitura, e primeira delas, “Suspicious Minds”, surpreendeu até Mark James, compositor original da música. A versão é também um tributo ao aniversário de 50 anos da imortal canção. Além de “Suspicious Minds, o cantor ainda conseguiu as autorizações de “Love Me Tender” e “It´s Now or Never”. As canções fazem parte do EP “Elvis 2020”, que deve ser lançado por completo no final de agosto.


Quem é Jair Bloch === Com mais de 15 anos de carreira, o cantor, músico e compositor paulistano Jair Bloch (de batismo: Jair Bloch de Castro Oliveira Vicente Júnior), 38 anos (26/02/1982), com a família da Zona Norte teve a infância no Jardim São Bento e agora mora a mais de 11 anos na Água Fria.

O músico  destaca-se pela performance e presença de palco em seus shows, o que o levou a colecionar aberturas de grandes shows internacionais no Estádio do Morumbi e no Allianz Parque: Pearl Jam (2015), Rolling Stones (2016), U2 (2017), Bruno Mars (2017) e Ed Sheeran (2019). E também de shows nacionais, como o da banda Os Paralamas do Sucesso, no sambódromo do Anhembi, em 2018. 

Além de cantar e compor, Bloch também toca instrumentos como violão, guitarra e baixo. Durante suas contagiantes apresentações, o músico agita o público com sucessos nacionais e internacionais, além de canções autorais, como o hit “Olhar pra trás”, que tocou nas principais rádios do País e foi uma das 11 músicas de seu álbum de estreia “1º Round”, lançado em 2007 e relançado com mais força em 2010. 

Jair Bloch ainda encontra tempo para projetos paralelos, como a banda de classic rock “Warriors”, da qual é vocalista. Ouça “Até o Fim” no Canal  YouTube / Jair Blochclique aqui,  e mais outras na sequência.


Assista ao vídeo original (1960) com o “Rei do Rock” – Elvis Presley

Saiba mais sobre a vida e carreira de Elvis Presley: clique aqui 


Conheça a Musique Press === Com sete anos de mercado, a Musique Press é uma agência de comunicação da Zona Norte  especializada em Assessoria de Imprensa artística, planejamento de carreira, gerenciamento de crise e posicionamento de imagem na mídia.  No momento, a empresa assessora os artistas/grupos: Versalle, Day, Salgadinho, Carol&Vitória, Deko, Planta&Raiz, Zimbra, Carol Brazin e Gabriel Elias

O criador da Musique Press é o músico e compositor  Julies Mazarini, formado em jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Como assessor de imprensa já trabalhou na Agência Máquina PR e lá, junto com a equipe, conquistou o  Prêmio ABERJE 2013 na categoria “Comunicação e organização de eventos” com a inauguração da Arena OAS Grêmio. E teve sob sua coordenação a assessoria de shows de nomes como NxZero, Os Paralamas do Sucesso, CPM22, Tihuana, Fresno, A Banda Mais Bonita da Cidade, entre outros. E com a banda de reggae Maneva (significa “prazer” em africano) passou a atuar também na Assessoria de Imprensa. Mais informações: www.musiquepress.com.br