O governador João Doria e o Secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann Ferreira, lançaram na 6ª feira (26/07/2019) o “Melhor pra sua Saúde”, um amplo programa de modernização e ampliação de hospitais e unidades estaduais de saúde, englobando reformas, revitalizações e renovação do parque tecnológico até 2020. O investimento total será de R$ 819,1 milhões.

Hospital do Mandaqui está na lista === Os hospitais considerados “pontos cardeais” foram priorizados na lógica adotada pela Secretaria de Estado da Saúde, considerando a importância de regionalizar e homogeneizar o acesso à saúde. Na Grande São Paulo, foram contemplados, na zona Norte, os hospitais do Mandaqui, Taipas, Vila Nova Cachoeirinha e Vila Penteado; na Oeste, o Regional de Osasco; na Sul, o Heliópolis, Regional Sul e Interlagos; na Leste, o Regional de Ferraz de Vasconcelos, Leonor Mendes de Barros, São Mateus, Guaianazes e Padre Bento de Guarulhos; e, no Centro, o Instituto de Infectologia Emílio Ribas.

Mandaqui ainda pede socorro === Neste programa há referências ao Conjunto Hospitalar do Mandaqui, na Zona Norte, que há muito tempo não recebe atenção do governo estadual. Desde o ano passado, há muitas reclamações de usuários e moradores — inclusive com várias reportagens que podem ser consultadas no DiárioZonaNorte — ver relação abaixo. Seria interessante que essas providências sejam urgentes com o Hospital do Mandaqui, e que se mostrem  transparentes e divulgadas abertamente para acompanhamento destes usuários e moradores.

“Vamos investir, nestes dois anos, R$ 230 milhões para melhorar a estrutura de unidades de saúde, o que deve incrementar a capacidade instalada dos serviços e, consequentemente, a qualificação da assistência. Os R$ 589 milhões restantes serão destinados a melhora do parque tecnológico e revitalizações em outras unidades”, declarou Doria.

As reformas === A programação para reformas abrange 31 unidades em diferentes locais do Estado. Apenas em 2019, serão investidos R$ 90 milhões.  Cada unidade passará por reformas de acordo com necessidades específicas, que poderão abranger, por exemplo, reforma e impermeabilização de telhados, cozinhas, climatização de centro cirúrgico, UTIs, centros de material esterilizado e renovação de redes de energia e esgoto.

Novos contratos === Além disso, a Secretaria de Estado da Saúde aprimorou os contratos de manutenção predial, que passarão a prever a gestão/operação da engenharia clínica, contribuindo para durabilidade e disponibilidade de equipamentos hospitalares. O recurso bianual para esta finalidade será de R$ 167,6 milhões, dos quais R$ 79,6 milhões em 2019.

“Com este programa, vamos investir mais de R$ 819 milhões em obras e equipamentos para garantir não apenas conforto, mas sobretudo qualidade na assistência”, afirmou o Secretário de Saúde.

As obras também compõem as medidas de obtenção do AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) para unidades com processos em curso e incluem formação e treinamentos de brigadas de incêndio, além de manutenção do sistema de combate e prevenção a esse tipo de ocorrência.

Parque tecnológico ===  Até 2020, cerca de R$ 408 milhões serão dedicados à ação continuada de expansão e renovação do parque tecnológico de UTIs, Centros de Diagnósticos e Cirúrgicos das unidades estaduais de saúde, com novos equipamentos médicos de Cardiologia, Ultrassom, Ressonância Magnética, Tomografia, entre outros aparelhos.

Somente neste ano, R$ 165,9 milhões serão aplicados em 90 unidades. Entre os exemplos, destacam-se a substituição de ventiladores e monitores de UTI, aparelhos de hemodiálise, além de arcos cirúrgicos, endoscopias, ultrassons, ressonâncias magnéticas e tomógrafos.

Revitalizações rápidas ===  O “Melhor pra sua Saúde” também prevê revitalizações rápidas, com pinturas de fachadas, interiores, revisões nas instalações elétricas, hidráulicas e de gases medicinais para conservar os ambientes hospitalares com intervenções de até uma semana, em média. Devem ocorrer 16 intervenções no biênio, com investimento de R$ 13,5 milhões no período, sendo R$ 8,4 milhões até o final deste ano.

Inicio no Hospital do Mandaqui === O projeto piloto foi iniciado no Pronto Socorro do Conjunto Hospitalar do Mandaqui, que passou por melhorias no mês de maio, incluindo substituição de equipamentos de ar-condicionado na emergência, manutenção das redes de gases medicinais e pintura.

Ainda em 2019, devem ser contemplados os hospitais Ipiranga, Heliópolis, Vila Penteado, Interlagos, São Mateus, Regional Sul e Pérola Byington, localizados na capital, além do Regional de Osasco e Hospital Guilherme Álvaro, em Santos. Para o próximo ano, as intervenções ocorrerão nos hospitais de Taipas, Vila Nova Cachoeirinha, Guaianazes, Cândido Fontoura, Darcy Vargas e Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, << Com apoio de informações/fonte: Assessoria de Imprensa- Secretaria Especial de Comunicação/Governo de São Paulo >>


Fique por dentro === Reveja algumas das várias reportagens sobre a crise no Hospital do Mandaqui, com assuntos levantados durante as reuniões do Conselho Gestor e de usuários/leitores, que foram publicadas pelo DiárioZonaNorte — clique nos títulos para leitura:

Hospital do Mandaqui ainda na crise: pacientes nos corredores, sem médicos, demora no atendimento e até sem luz!  – 27/02/2019

  1. Secretário Estadual da Saúde faz balanço e fica sabendo do Caso do Hospital do Mandaqui e do Conselho Gestor – 20/02/2019 
  2. O Caso do Hospital do Mandaqui chega à Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa. E o fim do Conselho Gestor. – 07/02/2019
  3. No rádio: o caos no Hospital do Mandaqui e a diretoria foi convocado na Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa – 03/02/2019 
  4. Hospital do Mandaqui fica á deriva. Diretoria fecha o “Conselho Gestor” – 21/12/2018
  5. Os problemas são aparentes, mas a Secretaria da Saúde diz que “tudo está normal” no Hospital do Mandaqui – 12/10/18
  6. Não se assuste! São documentos arquivados no Hospital do Mandaqui, que vai perder a emenda de R$7,8 milhões – 09/10/18
  7. Os problemas continuam no Hospital do Mandaqui e o novo diretor-geral ficou sabendo umpouco mais = 02/09/18
  8. No compasso de espera, Hospital do Mandaqui enxerga uma “luz no fim do túnel” – 27/07/18 
  9. Passam-se os anos e os problemas continuam no Hospital do Mandaqui – 07/06/18
  10. Com poucos médicos, o Hospital do Mandaqui enfrenta mais dificuldades – 10/05/18
  11. Ajuda ao Hospital do Mandaqui. Nas ruas do bairro, um protesto em busca de soluções – 29/03/18
  12. Virou o jogo. Governo manda Hospital do Mandaqui contratar mais de 100 profissionais – 27/03/18
  13. Hospital do Mandaqui opera com PS fechado e a beira do caos  25/03/18
  14. Promessas e emendas parlamentares na Zona Norte. Inclui o Hospital do Mandaqui == 12/05/18
  15. Hospital do Mandaqui receberá R$7,8 milhões de ajuda. E crise chega no Ministério Público Estadual. 28/06/18
  16. No Hospital do Mandaqui, a situação ainda é crítica. Secretário da Saúde finalmente visita o local.  03/07/18
  17. Associação dos Amigos do Mirante Jardim São Paulo discute a situação do Hospital do Mandaqui 08/09/18
  18. Hospital do Mandaqui continua com mais problemas. Falta diálogo franco e aberto –04/11/18
credito_sicredi

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora