De acordo com a Organização Mundial da Saúde, cerca de 80% da população mundial sofre com dores crônicas nas costas; no Brasil, o índice é de 36%, segundo a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Mas de onde vem tanta dor? Lesão ou emoção?

A noção de que dor significa trauma ou dano está profundamente enraizada na consciência da população. Então, se para ter dor tem que ter pancada, quer dizer que 6,7 bilhões (80%) de pessoas no mundo já sofreram algum tipo de lesão?

Mas e se a dor for psicossomática? Se dor nas costas, ombros ou pescoço for, na verdade, causada por emoções reprimidas? Esta hipótese faz mais sentido, afinal, os dados demonstram que 300 milhões de pessoas no mundo sofrem de depressão ou algum tipo de ansiedade.

No livro “Dor nas Costas – Conexão corpo e mente”, publicado pela Editora Edipro, o doutor e autor John E. Sarno afirma que a principal causa de dor lombar, na coluna e no pescoço não é a anormalidade estrutural, mas a repressão de emoções. Especialista em medicina física e reabilitação, Sarno desenvolveu a Teoria da Tensão Mioneural (TMS) — sigla em inglês para Tension Myositis Syndrome —, metodologia testada clinicamente em milhares de pacientes e apresentada na obra “Dor nas Costas”. O Dr. explica com clareza e descreve os principais componentes que englobam e relacionam as causas para tantas desarmonias no corpo humano e propõe um diagnóstico multidisciplinar para a TMS.

Publicado pela primeira vez em 1991, o livro se tornou imediatamente um best-seller do The New York Times ao explicar a síndrome da TMS ao mundo e oferecer cura para livrar-se das dores sem remédios, exercícios ou cirurgia, além da prevenção desses problemas.


Ficha Técnica:

  • Título: Dor nas Costas – Conexão corpo e mente
  • Autor: John Ernest Sarno Jr.
  • Editora: Edipro
  • Páginas: 192
  • Categoria: Saúde
  • Preço: R$ 39,90

Sobre o autor: John Ernest Sarno Jr. (1923-2017) foi professor de Medicina de Reabilitação na Escola de Medicina da Universidade de Nova York e diretor de serviços ambulatoriais do Instituto de Medicina de Reabilitação Rusk. A partir de seus atendimentos clínicos no instituto, identificou causas psicossomáticas em inúmeros casos de dores lombares na década de 1960. Em decorrência dessas observações, desenvolveu a teoria da síndrome de tensão miosite (TMS, sigla em inglês para tension myositis syndrome), rebatizada posteriormente como síndrome de tensão mioneural.


=== <<<Com apoio de informações/fonte: LC – Agência de Comunicação / Fernanda Baruffladi/Gabriela Cuerba/Jônatas Marques >> == DiárioZonaNorte é o único veículo jornalístico que reconhece e dá crédito aos profissionais de Assessoria de Imprensa / Relações Públicas / Agências —que muito trabalham nos bastidores da notícia >>> ===

credito_sicredi

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora