13.2 C
São Paulo
sábado, 4 julho, 2020
IBCC Institucional
Home Cidade Dívida de IPTU atrasada pode ser parcelada em sistema on-line

Dívida de IPTU atrasada pode ser parcelada em sistema on-line

O novo portal da dívida ativa está no ar desde 24 de janeiro. Nele, o cidadão consegue consultar seus débitos que já estão inscritos em dívida ativa (significa que já estão em processo de cobrança pela Procuradoria Geral do Município) e efetuar a emissão de boleto para pagamento à vista ou realizar o parcelamento. 

Neste ano, mais de 300 mil novas dívidas de Imposto Predial e Territorial UrbanoIPTU de 2019 que não foram pagas agora já estão inscritas. Mas é possível regularizar a situação sem sair de casa!

Para dívidas até R$ 154 mil, o parcelamento pode ser efetuado em até 36x, desde que o valor mínimo da parcela seja de R$ 140,00. Mas se o valor da dívida é maior que esse, o parcelamento também é possível pela internet, em até 60x, desde que o valor da parcela seja superior a R$ 4.183,00 e para esses débitos, a emissão do boleto exige o uso de senha web.

A quitação do débito é interessante ao contribuinte, não só pela oportunidade de parcelamento, mas também para evitar o aumento da dívida, com o acréscimo de juros e multa, e futuros desdobramentos como protesto, execução fiscal e penhora de bens.

Para quitar a dívida e não enfrentar fila nos postos de atendimento, basta acessar dividaativa.prefeitura.sp.gov.br, escolher a opção IPTU e inserir o número do contribuinte encontrado nos boletos do IPTU de anos anteriores.

Optando pelo parcelamento, o contribuinte consegue no site a projeção das parcelas futuras  mas não consegue emitir todas as parcelas de uma vez porque o cálculo de reajuste é feito pelo sistema com base no Índice de Preço ao Consumidor – IPCA. Mas as parcelas seguintes também são emitidas pelo site ou, para não ter de entrar todos os meses para emitir o boleto, é possível cadastrar o pagamento como débito automático usando o número identificador que aparece na parte superior do boleto. << Com apoio de informações/fonte: Secretaria Especial de Comunicação – Secom/PMSP >>


 

credito_sicredi

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora