Em mais um impactante livro-reportagem, os jornalistas Chico Otávio e Aloy Jupiara lançam, pela Editora Record, “Deus tenha misericórdia dessa Nação”, a biografia não autorizada de Eduardo Cunha, personagem fundamental para entendermos por que mergulhamos em tão profunda depressão política. O livro traz um volume impressionante de informações, muitas inéditas, obtidas por meio de apurações e investigações meticulosas.

De onde veio o título? === Aloy Jupiara e Chico Otávio são dois grandes nomes do jornalismo brasileiro. Suas reportagens e obras literárias prestam importante serviço à sociedade ao trazerem à luz revelações sobre figuras políticas e acontecimentos históricos que ajudam a compreender o cenário político brasileiro e os caminhos pelos quais seguiram o país. Não é diferente com o lançamento de tão importante livro: “Deus tenha misericórdia dessa nação – A biografia não autorizada de Eduardo Cunha”. O título, frase de encerramento de seu voto pelo impeachment da presidente Dilma Roussef, reflete o apelo que o leitor certamente fará ao ter contato com as informações exclusivas, algumas inéditas, relatadas nas páginas deste livro.

Um documento histórico === É certo que, além de ser uma grande biografia de um personagem icônico da política brasileira recente, o livro, ao ser publicado, torna-se, imediatamente, documento histórico. Os dois jornalistas  preencheram uma lacuna fundamental para a compreensão do país nos últimos vinte anos: por que mergulhamos em tão profunda depressão política? Para revelar a história de Eduardo Cunha, fizeram dezenas de entrevistas, mergulharam em documentos e processos, aprofundaram-se na leitura de livros, estudos e reportagens e tiveram acesso a informações exclusivas. Com o retrato que entregam neste impactante livro-reportagem, fornecem detalhes da ascensão e da queda do ex-presidente da Câmara – elementos fundamentais para a compreensão de uma época em que o jogo político caiu em um profundo poço de transações, corrupção e traições que vieram à tona de maneira dramática no cenário político brasileiro.  

Uma aula de jornalismo === O livro é uma aula de jornalismo: texto fluente, leve, gostoso de singrar. Volume impressionante de informações, inclusive (muitas) inéditas, consequência de uma apuração e investigação meticulosa – tudo costurado num ritmo generoso à apreensão de quem lê. Narrativa que remonta à estrutura de um roteiro para o cinema, com aquela técnica destinada a nos prender, sem que queiramos soltar. E que apresenta um personagem complexo, de decifração desafiadora. Cunha, cuja trajetória pública dá corpo e caráter à história de impunidade no Brasil tanto quanto ao marco – a Lava jato – que pretendeu rompê-la.

Sobre os autores ===  Aloy Jupiara é jornalista, formado na Escola de Comunicação (ECO) da UFRJ. De 1987 a 2000, trabalhou como repórter, coordenador e subeditor de Rio e Nacional/Política do jornal O Globo. Entre 2001 e 2004, foi editor do site do jornal. Em 2009, liderou a equipe que criou o site do jornal Extra. É gestor de projetos digitais para mídia. /// Chico Otavio é repórter do jornal O Globo e professor de jornalismo na PUC-Rio. Iniciou a carreira em 1985, no Última Hora, passou pela sucursal do Rio do Grupo Estado, produzindo reportagens para O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde e Agência Estado, e, em 1997, transferiu-se para O Globo, cobrindo Política. Ganhou sete vezes o Prêmio Esso.


Serviço

  • Livro: Deus Tenha Misericórdia dessa Nação
  • Autores: Chico Otávio e Aloy Jupiara
  • Editora: Record
  • Páginas: 364
  • Preço: R$44,90

=== <<<Com apoio de informações/fonte: Comunicao/Divulgação Editora Record – Guto Alves  >> == DiárioZonaNorte é o único veículo jornalístico que reconhece e dá crédito aos profissionais de Assessoria de Imprensa / Relações Públicas / Agências —que muito trabalham nos bastidores da notícia >>>

LimpaSP – estréia

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora