Com a mensagem: “Crianças e jovens devem ser estimulados a preservar o meio ambiente, a responsabilidade social e, acima de tudo, a paz.  Não há paz, onde não há qualidade de vida”, chega à sua 19ª edição  o Projeto Internacional “Arte pela Paz”.

Através do Movimento Infantojuvenil Crescendo com Arte ( MICA ) – idealizado há 25 anos pela professora Maria José Soares  —  estão abertas as inscrições para a participação de jovens com o tema “Portas e Janelas do meu País”. E, para isto, as escolas e professores devem incentivar seus alunos para que realizem pesquisas sobre o tema, tendo como objetivos o conhecimento e as importâncias histórica, cultural e social. E mais a valorizando artística das portas e janelas do seu país. Em seguida, a montagem de uma pintura ou desenho. Essa participação também pode ser realizada individualmente, com ajuda de pais, parentes e amigos.

Por quantas portas e janelas nos deparamos na vida? É através delas que vislumbramos belas paisagens, intrigantes mistérios e grandes descobertas.  Como roteiro e sugestões, pode-se classificar: portas e janelas são nossa vazão para o mundo —  e até para o universo. Quantas portas e janelas conhecemos? Portas e janelas da nossa casa, da escola, da igreja, do mercado, das lojas. Portas e janelas pelas quais passamos e admiramos todos os dias no nosso caminho. Portas e janelas de bibliotecas públicas, de teatros, da prefeitura da cidade, de hospitais.

Mas também podem escolher portas e janelas históricas, de museus, de centros culturais, de estações de trem.  E portas e janelas de castelos, de casas abandonadas ou em ruínas. Dê preferência às portas e janelas da sua cidade.

Mas os jovens devem refletir muito e que essas portas e as janelas escolhidas representem sempre limiares para a paz. Na etiqueta de identificação, não esqueça de escrever no local destinado ao título, a que construção pertence e onde fica a porta ou a janela escolhida para o trabalho artístico.

Seleção dos trabalhos: Haverá uma seleção prévia para qualificação dos trabalhos que irão compor a mostra/exposição. Essa seleção será feita por um grupo de professores, psicólogos, artistas e profissionais das áreas de arte, educação e cultura. Os autores dos trabalhos qualificados para a mostra receberão “certificados de participação na mostra” na forma digital e o  professor, com um ou mais alunos qualificados para a mostra, receberá um certificado de “mérito cultural” também digital.  Já para a mostra, haverá uma nova comissão julgadora, composta por profissionais de várias áreas socioculturais. A essa comissão caberá escolher, dentre os trabalhos qualificados, aqueles que receberão “menções ouro, prata e bronze” e “menções honrosas” digitais, com base nos seguintes critérios: respeito aos itens do regulamento, adequação ao tema, originalidade e criatividade.

Regulamento ==  Escolha uma porta ou uma janela dentre as sugestões acima ou pesquise mais sobre o tema e o represente através da arte. Envie apenas 01 (um) trabalho por participante com idade entre 04 e 16 anos. O trabalho escolhido deverá ser de uma única porta ou de uma única janela. Nunca o trabalho deverá apresentar ambas ou mais de uma porta ou mais de uma janela. A parte artística da porta ou da janela poderá conter complementos como plantas, animais, pedras, tijolos, partes da parede onde está fixada. Mas estes complementos nunca deverão ter mais destaque. A protagonista deverá ser sempre a porta ou a janela. A técnica e estilo de pintura e desenho são livres em  papel no tamanho A4 ( 21 x 30 cm ) colando-o (dê preferência à cola bastão) numa base de papel-cartão (ou similar) colorido de tamanho 30 X 40 cm. Na parte de trás da base de papel-cartão, escreva em letra de forma/imprensa ou impresso o título do trabalho (MUITO IMPORTANTE. NÃO DEIXE DE DAR UM TÍTULO – De onde é a porta ou a janela reproduzida no seu trabalho), nome completo do autor (NÃO ABREVIAR), idade, endereço e e-mail da instituição ou do participante (quando o trabalho for enviado individualmente). Cada escola/instituição poderá enviar até 50 trabalhos.

  1. MUITO IMPORTANTE: A instituição deverá compor uma lista com todos os títulos dos trabalhos, nomes completos dos autores (O certificado será feito com o nome colocado nessa lista), idades nome completo do professor responsável e também o nome completo da escola/instituição. Não esqueça de fazer essa lista e anexá-la ao pacote que enviar com os trabalhos. Enviar também a referida lista na FORMA DIGITAL para este endereço: mica.arte@gmail.com

  2. Serão aceitos trabalhos realizados e enviados individualmente;

  3. Não serão aceitos trabalhos realizados por mais de um participante.

O que é o MICA === O Movimento Infanto-Juvenil Crescendo com Arte ( MICA ) comemorou 20 anos de existência. Ele foi idealizado pela professora Maria José Soares, sendo um movimento que busca fazer a diferença na formação de crianças e jovens através da arte. Com professores voluntários e parcerias com bibliotecas, museus e espaços culturais, o MICA desenvolve oficinas culturais, mostras e até intercâmbio cultural entre crianças e jovens do mundo todo. As oficinas realizadas durante nestas duas décadas de atividades abrangeram atividades diversas como pintura em tela e desenho, escultura, pintura em porcelana e máscaras, origami e kirigami, pintura em seda, mosaico, iniciação musical, violão, teatro juvenil, teatro infantil, canto coral, dança e modelo e manequim.

A atuação do MICA ganhou projeção nacional através do projeto Conhecer para Preservar – que já está em sua 12ª edição. Esse projeto promove a troca de cartões postais feitos por crianças de outros estados brasileiros, sempre focando a natureza, o que já rendeu várias exposições pelo tema.

De forma parecida acontece o projeto internacional Arte pela Paz, que em sua 15ª edição, promove o intercâmbio de cartões postais com crianças de todo o mundo, o que já rendeu menções honrosas. Entre os momentos mais marcantes da história do MICA, houve a participação, em 2002, de uma mostra cultural na Bienal.

Calcula-se que já passaram pelas oficinas do MICA mais de 700 crianças e jovens.

Serviço

(*) Data limite para recebimento dos trabalhos (não de postagem) – 31 de outubro de 2018 –  e encaminhar o endereço abaixo:

Museu Florestal Octávio Vecchi

Projeto Internacional “Arte pela Paz”

Rua do Horto, 931 – Tremembé

02377- 000 –  São Paulo/SP  -Brasil

(*) Mais informações e regulamento:

    Artmica.blogspot.com.br ou facebook/mica. E-mail: mica.arte@gmail.com

(*) Apoio:  MICA, Museu Florestal Octávio Vecchi, Instituto Florestal e Secretaria de Estado  do Meio Ambiente;

LimpaSP – estréia

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora