Início Bem Estar Covisa intensifica ações de combate à dengue na capital com força-tarefa

Covisa intensifica ações de combate à dengue na capital com força-tarefa

Tempo de Leitura: 2 minutos

 

 

* Até 20 de novembro, equipes das 28 Unidades de Vigilância em Saúde (Uvis) farão força-tarefa contra o mosquito Aedes aegypti

 Secretaria Municipal da Saúde (SMS) com a Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa)e a Divisão de Vigilância de Zoonoses (DVZ), deu início a uma força-tarefa para controle e combate à dengue na capital.

Com apoio das 28 Unidades de Vigilância em Saúde (Uvis) da cidade, até o dia 20 de novembro, as atividades casa a casa serão intensificadas em imóveis de altíssimo e alto risco, com a identificação de pontos estratégicos e locais especiais.

As ações, que ocorrem diariamente, têm como objetivo reduzir a infestação do mosquito Aedes aegyptie a oferta de recipientes para sua proliferação. Para isso é realizado um esforço concentrado e simultâneo das equipes de saúde.

Neste momento, as unidades também realizam a Avaliação de Densidade Larvária (ADL), que consiste em um levantamento amostral que auxilia na obtenção de indicadores de infestação por Aedes aegypti e servem para direcionar as estratégias de vigilância e controle vetorial do Programa Municipal de Vigilância e Controle de Arboviroses. A ADL é uma atividade pactuada com o Ministério da Saúde com a Secretaria de Estado da Saúde.

Desde 2020, na capital, foram realizadas quase 2,5 milhões ações de bloqueios de controle de criadouro do Aedes aegypti, mais  de 5 milhões  de visitas de rotina casa a casa, mais de 68 mil ações em pontos estratégicos da cidade, entre outros trabalhos.

A dengue apresenta, habitualmente, comportamento cíclico, com anos epidêmicos (duração de 1 a 2 anos) e anos interepidêmicos (duração de 2 a 3 anos). O último ano epidêmico, tanto no município como no estado de São Paulo e Brasil, foi o de 2015. Em 2019, último ano epidêmico de dengue na capital, foram registrados 16.815 casos, número 57% maior do que o registrado até o momento em 2021, que é de 7.172.

 

Os dados referentes a casos de dengue e outras arboviroses estão disponíveis e separados por semana epidemiológica no link: clique aqui

O canal para solicitações sobre combate a proliferação de mosquitos é o Portal de Atendimento da Prefeitura de São Paulo – 156:clique aqui


<<Com apoio de informações/fonte: Secretaria Municipal da Saúde – SP >>