Traduzido em sete idiomas e assistido por milhões de pessoas, o documentário brasileiro “Data Limite Segundo Chico Xavier”  não chegou a 174 países do globo terrestre por acaso. Sua mensagem revolucionária alcança milhares de novos lares todos os dias, rompe paradigmas obsoletos da espiritualidade humana e propõe uma transformação interior capaz de ampliar significativamente a forma como a humanidade se relaciona com o todo.

Neste livro, os autores Juliano Pozati e Rebeca Casagrande apresentam a história da jornada de produção vivida ao lado do diretor Fabio Medeiros, e revelam o pensamento que norteou todo o projeto Data Limite a partir das perspectivas surpreendentes apontadas por Francisco Cândido Xavier, um visionário, mais conhecido como Chico Xavier, foi um médium, filantropo e um dos mais importantes expoentes do Espiritismo.

Lançado pela Citadel Editora, o livro está disponível nas principais redes de livrarias do Brasil, “O Data Limite não é apenas um livro de informações, mas de provocações. Provocações para alma! Ele faz com que você reavalie seus conceitos, ideias e valores”, afirma Marcial Conte Jr., editor do projeto.

A leitura da obra é essencial para aqueles que vislumbram a chegada de uma nova era existencial a todos os seres que compartilham o planeta Terra e desejam construir, a partir de sua própria consciência renovada, um mundo melhor.

“O livro faz uma previsão onde Chico Xavier diz que o mundo teria uma data limite para aprender a viver em paz e harmonia entre as nações […] Não foi no amor, terá que ser na dor. Espero que a gente aprenda rápido.” – Anitta (Leia mais: Via Instagram)

POR QUE TODOS PRECISAM LER ESSE LIVRO!  ===  Especialistas em ufologia afirmam que após a explosão das bombas de Hiroshima e Nagasaki, verificou-se um aumento considerável no número de avistamentos de Objetos Voadores Não Identificados (OVNI´S) em todo o mundo. Pouco mais de duas décadas depois, o médium brasileiro Chico Xavier confidenciou aos companheiros mais próximos que, por ocasião da chegada do homem à lua em 20 de julho de 1969, acontecerá uma reunião com as potências celestes do sistema solar para verificar o avanço da sociedade terrena. Decidiram pois, conceder a humanidade um prazo de 50 anos para que evoluísse moralmente e convivesse em paz, sem provocar uma terceira guerra mundial.

Se assim convivesse até a Data Limite, a humanidade estaria, a partir de então, pronta para entrar numa nova era de sua existência, e feitos magníficos seriam verificados por toda a parte, inclusive os  irmãos de outros planetas estariam autorizados expressamente à se apresentarem pública e oficialmente para os habitantes da terra. Os cinquenta anos se passaram e onde a humanidade está? Evoluiu? Aprendeu com os erros? Foi capaz de construir uma sociedade melhor, mais justa e altruísta? Ao ler Data Limite essas perguntas são facilmente compreendidas.


Ficha técnica

  • Título: Data Limite Segundo Chico Xavier
  • Editora: Citadel Editora – site
  • Idioma: Português
  • Páginas: 280
  • Link de compra: AMAZON

Sobre os autores:
Juliano Pozati
é um publicitário paulista, Bacharel em Marketing e Pós-Graduado em Estratégia Militar para Gestão de Negócios pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP). Especialista em Comunicação Integrada e Estratégias de Branding, atua no mercado de comunicação e marketing desde 1999. Como roteirista e produtor executivo, realizou em 2014 o filme Data Limite segundo Chico Xavier, traduzido para 7 idiomas e indicado para o Festival de Cinema Espírita de Lyon, França. Facebook: facebook.com/julianopozati

Rebeca Casagrande é uma empresária paulista, bacharel em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Trabalha como diretora executiva e designer de calçados há mais de 11 anos no mercado de moda. Em 2010,  fundou em São Paulo a produtora audiovisual  Cinemakers com atuação em vídeos publicitários e cinematográficos. Cursou Film and Television pela University of California, Los Angeles, UCLA.  Como produtora e roteirista realizou o documentário Data Limite segundo Chico Xavier, assistido por mais de 1 milhão de pessoas em 174 países.

<< Com apoio de informações/fonte: Ass.Imprensa Citadel Editora / LC Agência de Comunicação-Gabriela Cuerba >>


 

 

IBCC Institucional

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora