Início Região Coronavírus: Centro de Triagem para sintomas foi aberto na Zona Norte

Coronavírus: Centro de Triagem para sintomas foi aberto na Zona Norte

da Redação DiárioZonaNorte

O  governo do Estado de São Paulo, em conjunto com a Prefeitura de São Paulo, ativou Centros de Triagem e Atendimento a Suspeitos de Coronavírus (CTASC), montados em espaços móveis que ficarão alocados em hospitais estaduais estratégicos da capital. O CTASC da Zona Norte já está em funcionamento, ao lado do Hospital do Mandaqui, em Santana.

A finalidade é garantir que pessoas com sintomas leves, similares aos provocados pelo novo coronavírus principalmente “falta de ar”, sejam atendidos com mais agilidade e sem entrada no ambiente hospitalar, destinado ao atendimento aos casos graves da doença. Na entrada junto a um grande estacionamento, uma faixa adverte: “Entrada para pacientes com QUADRO RESPIRATÓRIO COMPROMETIDO”.

Além da Zona Norte, serão mais quatro  unidades do tipo que serão instalados no Instituto de Infectologia Emílio RibasHospital Geral de Vila Penteado, Hospital Ipiranga e Hospital Geral de Guaianazes — esses dois últimos ainda não inaugurados, com previsão até o final de abril. Na Zona Norte,  a localização é atrás do Complexo Hospitalar do Mandaqui, no terreno que dá entrada pela Rua Dr. Luís Lustosa da Silva, 369 — ao lado do CAPS III Adultos-Mandaqui.

Essa rua tem entrada pela  Voluntários da Pátria, ao lado da Padaria Century .  No final da rua, logo na entrada, há um container transformado em Unidade de Triagem. Segundo a coordenação do local, o funcionamento acontece nas 24 horas, todos os dias, inclusive sábados, domingos e feriados. O principal fator é diagnosticar a pessoa pelos sintomas do coronavirus, mas principalmente pelas “dificuldades de respiração”, se necessário será encaminhado para o Hospital do Mandaqui, que fica a 50 metros do container.

Cada espaço tem cerca de 100 metros quadrados, com estrutura para dois consultórios,  uma enfermaria, duas salas para medicação ou procedimentos e sala de espera com capacidade para até 18 pessoas, copa e três banheiros. No local, no equema de revezamento trabalham 2 médicos, uma enfermeira, uma auxiliar de enfermagem e profissional da administração – todos do Hospital do Mandaqui. Os ambientes são climatizados.  O investimento é de R$ 308,2 mil para locação das unidades, por um período de seis meses.

O primeiro Centro de Triagem ativado aconteceu no Instituto de Infectologia Emílio Ribas. Durante o mês de de abril, está prevista a ativação no  Ipiranga e Guaianazes.

Protocolo de atendimento ===  Conforme fluxo definido pelo Ministério da Saúde, o paciente que apresentar sintomas de COVID-19 deve procurar uma unidade da rede primária de saúde, como uma Unidade Básica de Saúde (UBS), para atendimento inicial. O mesmo poderá ocorrer nos Centros de Triagem, se houver demanda espontânea.

Caso o profissional de saúde não identifique quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), o paciente será orientado quanto à necessidade de permanecer em isolamento domiciliar até o final dos sintomas, com prescrição de remédio para melhora clínica, como antitérmicos.

Se for caracterizada a SRAG, o paciente será direcionado à internação para tratamento em leito de enfermaria ou Unidade de Terapía Intensiva (UTI), com suporte clínico de acordo com a necessidade específica. A coleta de amostra para diagnóstico só é indicada aos casos graves, conforme definição do Comitê de Operações de Emergência (COE-SP) e do Centro de Contingência de Coronavírus do Estado de SP.

Endereços dos Centros de Triagem:

  • Hospital do Mandaqui – Av.Vol.Pátria/Rua Dr. Luís Lustosa da Silva, 369
  • Instituto de Infectologia Emílio Ribas – Av. Dr. Arnaldo, 65
  • Hospital Vila Penteado – Av. Ministro Petrônio Portela, 1642/1746
  • Hospital do Ipíranga – Av. Nazaré, 28  (AINDA NÃO INAUGURADO)
  • Hospital de Guaianazes – Av. Michel Acchioli da Fonseca, 1092 (IDEM)

<< Com apoio de informações/fonte: Assessoria de Comunicação do Governo de São Paulo / Secretaria de Estado da Saúde – SP>>


#FiqueEmCasa

Saiba mais sobre a pandemia que atinge o Brasil e todos os países:

O QUE É CORONAVÍRUS ===  A doença provocada pelo novo Coronavírus é oficialmente conhecida como COVID-19, sigla em inglês para “coronavirus disease 2019” (doença por coronavírus 2019, na tradução).

Vírus que causa doença respiratória pelo agente coronavírus, com casos inicialmente registrados na China e depois em outros países.

Quadro pode variar de leve a moderado, semelhante a uma gripe. Alguns casos podem ser mais graves, por exemplo, em pessoas que já possuem outras doenças. Nessas situações, pode ocorrer síndrome respiratória aguda grave e complicações. Em casos extremos, pode levar a óbito.

AÇÕES DO VIRUS  ===  É possível estar com a CORONAVIRUS ou COVID-19 por até 14 dias antes de apresentar os sintomas, que são febre, cansaço e tosse seca. A maioria das pessoas (cerca de 80%) se recupera da doença sem a necessidade de tratamentos especiais.

Em casos mais raros, ela pode ser grave e até fatal. Idosos e pessoas com outras condições médicas (como asma, diabetes e doença cardíaca) são mais vulneráveis a quadros sérios.

Possíveis sintomas:
Tosse =   Febre =  Cansaço  =  Dificuldade para respirar (em casos graves)