Início Cotidiano Contra fraudes, Bilhete Único sem cadastro deixará de existir em 1º de...

Contra fraudes, Bilhete Único sem cadastro deixará de existir em 1º de setembro

Crédito: Divulgação
Tempo de Leitura: 3 minutos

 

  • Passageiros terão mais de dois meses para substituir seus cartões por um modelo personalizado. Créditos remanescentes não serão perdidos

Os cartões do Bilhete Único sem cadastro (que não possuem um CPF associado) deixarão de existir a partir de 1º de setembro. Segundo a SPTrans, ao todo, 2,6 milhões de cartões estão nessas condições.

Os passageiros que ainda utilizam cartões sem cadastro terão um mês, até o dia 16 de julho, para associar um CPF válido ao seu Bilhete Único para continuar comprando créditos normalmente.

Após essa data, não será mais possível fazer a recarga de créditos em cartões que não tenham o CPF associado. Durante esse período de transição, o passageiro só precisa associar seu CPF ao cartão no site da SPTrans. Não é preciso sair de casa, basta acessar www.sptrans.com.br/trocabilhete ou sptrans.com.br/cadastro.

Bilhete Único Personalizado

A partir de 1º de setembro, estes bilhetes não aceitarão mais compras de crédito comum. O passageiro terá que fazer um Bilhete Único personalizado, com nome impresso. Desta forma, quem ainda não tem um cartão deste tipo terá tempo hábil durante os próximos meses para providenciar a substituição. Os créditos remanescentes no seu bilhete sem cadastro não serão perdidos, pois serão transferidos para o cartão cadastrado no mesmo CPF ao qual ele for associado.

O objetivo é reforçar as medidas de combate a fraudes no sistema de transportes e, consequentemente, prejuízos aos cofres públicos e também aos passageiros. A associação dos cartões antigos a um CPF é a forma de identificar quem está utilizando cartões, garantindo maior segurança para o sistema de bilhetagem eletrônica. Os novos bilhetes possuem tecnologia mais moderna e segura.

Como identificar se preciso trocar o cartão

Para saber se seu cartão faz parte desta regra, basta verificar se no verso do bilhete o seu número de identificação começa com os dígitos 59, 71 ou 110. Para saber se seu cartão já está associado a um CPF, consulte no link www.sptrans.com.br/consultabilhete utilizando o número do seu CPF ou do seu Bilhete Único.

Como associar seu cartão a um CPF:

Serão disponibilizadas as seguintes formas para associar o número do seu cartão a um CPF:

– No site da SPTrans por meio do link www.sptrans.com.br/trocabilhete, onde não é preciso login;
– No site da SPTrans por meio do link (sptrans.com.br/cadastro), acessando com usuário e senha;
– Em um dos postos de atendimento da SPTrans localizados nos terminais de ônibus municipais, cuja relação está disponível no site bilheteunico.sptrans.com.br/comumRecargaPostos.aspx.

Como adquirir

Para adquirir um Bilhete Único de forma gratuita, basta realizar um cadastro pelo site da SPTrans (www.sptrans.com.br/cadastro) e retirar o cartão na mesma hora em um dos 34 postos da SPTrans que realizam o serviço. Personalizado com nome e CPF do usuário, esse tipo de cartão tem a vantagem de poder ser carregado com créditos dos tipos Comum, Estudante, Vale-Transporte e Mensal.

Todas as informações de como se cadastrar ou adquirir o Bilhete Único nos postos e terminais estão disponíveis no site www.sptrans.com.br e nos postos/terminais da SPTrans.

Calendário

Para quem tem o Bilhete Único sem cadastro, deverão ser adotados os seguintes passos:

– A partir de 16 de julho: não serão aceitas recargas em cartão sem CPF associado. Passageiro deve fazer a associação no site da SPTrans;
– A partir de 1º de setembro: não serão mais aceitas recargas em todos os cartões do Bilhete Único sem cadastro, com ou sem CPF associado;
– A partir de 1º de setembro: os 2,6 milhões de cartões ativos do Bilhete Único sem cadastro passam a deixar de ser aceitos gradativamente nos ônibus;
– Os créditos remanescentes destes cartões poderão ser transferidos para o cartão personalizado do titular, após sua emissão.

<com apoio de informações: Secretaria Especial de Comunicação – SECOM PMSP>

d