O espetáculo é baseado em “Menecmos”, escrito por volta do ano 250 antes de Cristo, por Tito Maccio Plauto, um comediógrafo romano que escrevia peças ambientadas na Grécia. Foi o precursor da comédia popular, criando enredos e situações facilmente identificáveis pela plateia.  A história trata das confusões e desencontros decorrentes da presença de dois irmãos gêmeos numa mesma cidade, envolvendo jovens e velhos, esposas e meretrizes, serviçais e parasitas.

Plauto foi o primeiro comediógrafo a colocar no palco personagens populares, ao contrário do que se fazia até então na comédia clássica grega. Com ele, o povão entrou em cena. Criou tipos que se tornaram recorrentes na comédia universal, e os seus enredos foram retrabalhados por autores da comédia del’arte e por dramaturgos como Shakespeare, na Comédia dos Erros; Moliére, em O Avarento;  e Ariano Suassuna, em O Santo e a Porca.

A adaptação de Atilio Bari retoma uma característica do original de Plauto, cujos textos eram construídos em versos, o que cria uma musicalidade na fala e um ritmo especial na encenação. O elenco utiliza máscaras especialmente elaboradas para cada ator, que identificam claramente a posição social e o caráter de cada personagem. O texto recebeu o premio de Pesquisa de Teatro Popular no Festival de Teatro de Resende – RJ.

A encenação de Caras de Plauto reproduz o espírito dessa comédia anárquica e despudorada, num texto totalmente rimado e introduzindo elementos de brasilidade.


Ficha Técnica

CARAS DE PLAUTO

Texto e direção: Atilio Bari

Elenco: Eduardo Mancini, Eduardo Osório, Lucio Dicetaro, Marcelo Franzolin, Sabrina Lavelle e Atilio Bari

Cenários e Figurinos: Sandra Vastano / Assistente de Direção: Monica Peres / Trilha sonora: Atilio Bari / Coreografia: Lucilene Pacheco / Iluminação: Rodrigo Bari / Administração: Julia Szabo / Produção: Grupo Theatralha & Cia


SOBRE O GRUPO THEATRALHA & CIA. ===  O Grupo Theatralha & Cia. foi fundado em 1987, por uma turma de formandos da extinta escola Teatro & Cia., comandada por Rubens Brito, Rosi Campos, Calixto de Inhamuns e outros. Desde então, o grupo produziu cerca de 20 espetáculos para adultos e para crianças, dentre os quais se destacam Mandrágora (de Maquiavel), O Homem que Calculava (de Malba Tahan), Mirandolina (de Goldoni), Ai, Caçarola (de Plauto), O Pequeno Imperador, Frankenstinho, Lilavati, e Eu Te Amo, Meu Brasil (todos de autoria de Atilio Bari).


Serviço

CARAS DE PLAUTO

  • Espaço Parlapatões (100 lugares)
  • Praça Franklin Roosevelt, 158 – Consolação
  • Informações: (11) 3258-4449
  • Sábados às 21h | Domingos às 20h
  • Ingressos: R$ 20 – Duração: 65 minutos – Censura: 12 anos
  • Vendas online:www.ingressoindependente.com.br
  • Bilheteria: 3ª a 5ª feira das 16h as 21h; 6ª feira e sábado 16h a meia-noite, domingo 16h às 20h.
  • Formas de Pagamento: Dinheiro e todos os cartões de débito e crédito. Não aceita cheque.
  • Estacionamento credenciado: Garagem Imeri (Franklin Rooselvelt, 194). Lanchonete, ar-condicionado e acesso para pessoas com deficiência.
  • Estreou dia 03 de agosto de 2019 – Curta temporada: até 08 de setembro

(*) O projeto foi contemplado no Prêmio Cleyde Yaconis, da Secretaria Municipal de Cultura – Prefeitura do Municipio de São Paulo.


<< Com apoio de informações/fonte: Morente Forte  Assessoria de Imprensa  / Beth Gallo e Mariana São João >>

IBCC Institucional

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora