A chegada do mês de junho é sinônimo do início das festas juninas e suas irresistíveis comidas típicas que, geralmente, são produzidas a partir de milho, amendoim, pinhão, batata doce e mandioca. A vantagem desses alimentos é que, segundo a nutricionista do Hospital Edmundo Vasconcelos, Silvia Ribeiro Messalem, eles não são os vilões das dietas neste período.

“Os alimentos base dos pratos típicos da festividade não são extremamente calóricos e, quando consumidos isoladamente, são fontes de energia, carboidratos, muitas fibras e vitaminas. O que contribui para o enriquecimento calórico são as adições de açúcar, leite condensado, sal e manteiga”, salienta a especialista.

Apesar de as receitas típicas, depois de prontas, terem um índice maior de caloria, não é necessário se privar de consumir essas preparações. Silvia lembra que, por vezes, as pessoas sentem preocupação quando se fala em calorias e carboidratos, mas eles são necessários para o organismo. Porém, o que deve receber uma atenção especial é a quantidade ingerida, para não consumir em excesso.

“É possível aproveitar todos os pratos sem prejuízos, lembrando apenas de consumi-los de forma moderada. Vale destacar que cada indivíduo tem um histórico de doença e, portanto, precisa estar atento a eventuais restrições a fim de evitar complicações de saúde”, alerta.

Uma dica é alimentar-se de forma saudável antes de ir para as festas, aumentar o consumo de fibras, pois além de causarem maior sensação de saciedade, também colaboram para não elevar a taxa de açúcar do sangue. Uma opção é consumir um copo de suco verde ou uma boa salada crua. Assim ficará mais fácil ter o controle na hora das escolhas, não sendo necessário provar todas as opções da festa e sim apenas as de maior preferência.

Para quem não quer deixar de aproveitar as delícias da culinária típica das festas juninas, mas prefere opções menos calóricas, a nutricionista indica algumas substituições simples na preparação desses pratos.

“Há versões dos ingredientes com menos calorias e mais fibras. O leite desnatado, o arroz integral e o açúcar mascavo ou xilitol, por exemplo, podem ser usados na preparação do famoso arroz doce. Além disso, para contribuir com o controle calórico é indicado evitar frituras e controlar a ingestão de bebida alcoólica. E claro, aproveitar as danças e brincadeiras juninas, assim é possível garantir o gasto de algumas calorias”, conclui.

HOSPITAL EDMUNDO VASCONCELOS

Localizado ao lado do Parque do Ibirapuera, em São Paulo, o Hospital Edmundo Vasconcelos atua em mais de 50 especialidades e conta com cerca de 1.000 médicos. Realiza aproximadamente 12 mil procedimentos cirúrgicos, 13 mil internações, 230 mil consultas ambulatoriais, 145 mil atendimentos de Pronto-Socorro e 1,45 milhão de exames por ano. Dentre os selos e certificações obtidos pela instituição, destaca-se a Acreditação Hospitalar Nível 3 – Excelência em Gestão, concedida pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) e o primeiro lugar no Prêmio Melhores Empresas para Trabalhar na categoria Saúde – Hospitais, conquistado por dois anos consecutivos, 2017 e 2018.

Rua Borges Lagoa, 1.450 – Vila Clementino, Zona Sul de São Paulo.
Tel. (11) 5080-4000

Site: www.hpev.com.br
Facebook: www.facebook.com/ComplexoHospitalarEV
Twitter: www.twitter.com/Hospital_EV
YouTube: www.youtube.com/user/HospitalEV
Linkedin:www.linkedin.com/company/19027549
Instagram:www.instagram.com/hospitaledmundovasconcelos/

< Com apoio de informações/fonte:  Tree Comunicação:  Mariela Gonçalves e Rhayssa Nascimento >

 

Natal2019_centernorte

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora