A Aliança pelos Jovens, iniciativa idealizada pela Nestlé e lançada em 2017 com o objetivo de aumentar a empregabilidade dos jovens, está com inscrições abertas até 07 de junho para o primeiro Programa de Estágio Compartilhado.

O estágio compartilhado segue a mesma premissa do job rotation dos programas tradicionais, com a diferença de que, em vez de circular por diferentes áreas da mesma empresa, os jovens terão a oportunidade de atuar em várias empresas. A mecânica é simples: em duplas, os jovens passarão por três empresas, por um período de oito meses em cada uma, completando um ciclo de 24 meses. Em linha com a experiência da Nestlé, que realiza diversos programas de empregabilidade para jovens, oito meses pode ser considerado um período adequado para que o jovem ganhe experiência e conheça a empresa.

O rodízio entre empresas traz como grande benefício a possibilidade de o jovem vivenciar áreas, setores de negócio e modelos de cultura diferentes, uma oportunidade de potencializar o aprendizado a partir da experiência com atividades e processos específicos das empresas.

As inscrições podem ser feitas pelo site http://portal.ciee.org.br/processos-seletivos-especiais/alianca-pelo-jovem-mai19/ e são elegíveis estudantes de curso superior com graduação até dezembro de 2021. O programa começa em agosto próximo em empresas como Nestlé, Klabin, CSN, EDP, Vivo e CIEE. Além do estágio, a Aliança também criou o Banco de Talentos Compartilhados, para ampliar a exposição dos jovens aos postos de estagiários, trainees e analistas júnior nas 23 empresas que compõem a rede atualmente.

Resultados 2018 e metas 2019   ===  As empresas que compõem a Aliança contrataram 15.300 jovens e criaram 5.400 oportunidades de emprego no biênio 2017-2018, por meio de uma série de ações para aumentar a capacitação e as oportunidades para a nova geração de profissionais. A iniciativa também impactou mais de 98 mil jovens.

Para o biênio 2018-2019, a Aliança tem como metas contratar 20 mil jovens e criar 6 mil oportunidades de primeiro emprego, com o engajamento das 23 empresas que participam da iniciativa. Também está prevista a capacitação de 110 mil jovens em todo o Brasil.

Rede de empregabilidade   ===  O Programa de Estágio Compartilhado faz parte das prioridades da Aliança de preparar e dar oportunidades aos jovens para que se sintam empoderados quanto à própria escolha profissional e o mercado de trabalho. A iniciativa é uma resposta a um anseio dos jovens, que têm a carreira como uma de suas maiores preocupações e que, ao mesmo tempo, enfrentam dificuldades para entrar e se desenvolver no mercado de trabalho. De acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), de fevereiro de 2019, a taxa de desemprego entre os jovens de 18 a 24 anos no Brasil no último trimestre de 2018 foi de 25,2% mais que o dobro da taxa de desemprego da população em geral no mesmo período. Segundo o IBGE, 3,946 milhões de jovens estão sem emprego no país.

Sobre a Aliança pelos Jovens  ===  Idealizada pela Nestlé, com a participação das empresas Adecco, Bemis, Braskem, Bunge, Cargill, Cia de Talentos, CIEE, CSN, Dairy Partners Americas, EDP, Engie, Galderma, Givaudan, Google, GRSA, Harry Calebaut, Klabin, Nielsen, Owens-Illnois, Sodexo, Telefonica, Tetra Pak e Vivo, a Aliança pelos Jovens foi lançada no Brasil em agosto de 2017 e tem como objetivo aumentar a empregabilidade dos jovens no Brasil.

Sobre a Nestlé  ===  É a maior empresa de alimentos e bebidas do mundo. Está presente em 194 países e seus 328 mil colaboradores estão comprometidos com o propósito da Nestlé de melhorar a qualidade de vida e contribuir para um futuro mais saudável. A Nestlé oferece um amplo portfólio de produtos e serviços para cada etapa de vida das pessoas e de seus animais de estimação. Suas mais de 2000 marcas variam dos ícones globais, como Nescafé ou Nespresso aos favoritos locais como Ninho. O desempenho da empresa é impulsionado por sua estratégia de Nutrição, Saúde e Bem-Estar.

Sua Sede fica na cidade suíça de Vevey, onde foi fundada há mais de 150 anos. No Brasil, instalou a primeira fábrica em 1921, na cidade paulista de Araras, para a produção do leite condensado Milkmaid, que mais tarde seria conhecido como Leite Moça. A empresa tem 31 unidades industriais, localizadas nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Goiás, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Espírito Santo. Emprega mais de 30 mil colaboradores diretos e gera outros 200 mil empregos indiretos, que colaboram na fabricação, comercialização e distribuição de mais de 1.000 itens. A atuação da Nestlé Brasil abrange 20 categorias de mercado e suas empresas coligadas estão presentes em 99% dos lares brasileiros, segundo pesquisa realizada pela Kantar Worldpanel.

< Com apoio de informações/fonte:  FSB COMUNICAÇÃO >

sicredi_institucional

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora