Um youtuber argumenta abertamente em seu canal, com mais de 37 mil inscritos, que para ser feminista é preciso ter um QI muito baixo. A página defende o estilo de vida MGTOW, sigla em inglês para Homens Seguindo Seu Próprio Caminho, uma das vertentes de uma ideologia crescente que reúne homens online para criticar as mulheres e o feminismo.

No livro Amanhã vai ser maior, lançado pela Editora Planeta, a antropóloga e colunista do The Intercept Brasil, Rosana Pinheiro-Machado, explica que, muito mais do que se assustar com o aparente clima de retrocesso, é preciso compreendê-lo como uma reação ao crescimento do feminismo.

“O Brasil teve mudanças radicais nos últimos anos após as Jornadas de Junho de 2013 e as ocupações secundaristas de 2016, tudo isso em meio a uma primavera feminista. (…) me refiro a um processo novo, de ruptura de estruturas sociais profundas, que ainda nem sequer é possível mensurar. Esse processo é marcado pela emergência de um espírito contestador por meio do qual as meninas se apropriam do debate da grande política.”
(Amanhã vai ser maior, pág. 165)

Na obra, a autora ressalta o papel da luta das mulheres em tempos de desesperança econômica e política. A autora destaca o movimento #EleNão – manifestação que não se converteu em ganho eleitoral, mas que marcou o encontro da política nas ruas com a esperança feminista da transformação social. A autora aprofunda-se na complexidade do momento atual e defende a esperança como uma escolha política. Em Amanhã vai ser maior, o leitor é convidado a transformar dor em luta e ódio, em esperança.

Sobre o livro: Boa parte dos brasileiros possui uma única pergunta: o que está acontecendo com o país? Muitas pessoas se sentem em um trem desgovernado por causa de transformações profundas que o Brasil sofreu nos últimos anos. E elas não sabem como viver e combater o caos diário. Por isso, este livro possui dois objetivos. Primeiro, jogar luz sobre este período de crise, trazendo uma análise do cenário político e social desde as Jornadas de Junho até a eleição de Jair Bolsonaro, sem cair no jargão acadêmico. Afinal, antes de tudo, é preciso entender o que se passa hoje. Segundo, sugerir as saídas que se delineiam no horizonte e levantar as possibilidades de resistir e, acima de tudo, viver em tempos sombrios.


Ficha técnica:

  • Título:    Amanhã vai ser maior: o que aconteceu com o Brasil e possíveis rotas de fuga                 para a crise atual
  • Autora:   Rosana Pinheiro-Machado
  • Editora:  Planeta
  • Páginas:192 páginas
  • Preço:    R$ 39,90

Sobre a autora: ROSANA PINHEIRO-MACHADO é cientista social e antropóloga. Como intelectual pública, suas colunas viralizaram diversas vezes e pautaram o debate nacional e internacional, como ocorreu na época dos rolezinhos, da greve dos caminhoneiros e da eleição de Jair Bolsonaro. Atualmente é professora de Desenvolvimento Internacional na Universidade de Bath (Reino Unido) e fellow da academia de ensino superior do Reino Unido. No Brasil, é colunista do The Intercept Brasil.


=== <<<Com apoio de informações/fonte: LC Agencia de Comunicação/Fernanda Baruffladi-Gabriela Cuerba-Jônatas Marques >> == DiárioZonaNorte é o único veículo jornalístico que reconhece e dá crédito aos profissionais de Assessoria de Imprensa / Relações Públicas / Agências —que muito trabalham nos bastidores da notícia >>>

 

credito_sicredi

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora