Aguardada a cada dois anos pelos fãs de literatura e de tudo o que esse universo abrange, a 25ª edição da  Bienal Internacional do Livro de São Paulo começa nesta sexta-feira, na cidade de São Paulo, com uma programação que terá do cartunista Mauricio de Sousa à atriz Fernanda Montenegro.

Com 197 expositores e 1.500 horas de atividades, que incluem palestras, encontros e sessões de autógrafos, esta edição da Bienal segue com o espaço Cozinhando com Palavras, em que o destaque é a culinária -gênero que virou sucesso. Há também discussões sobre o mercado editorial e atividades como contação de histórias para os pequenos.

A literatura infantil é destaque ===  No sábado (04/08/2018) às 15h, acontecerá o encontro com dois grandes nomes do desenho brasileiro. Os cartunistas Ziraldo e Mauricio de Sousa lançam “Mônica e Menino Maluquinho na Montanha Mágica”, parceria com o desenhista Manuel Filho.

“Eles já fizeram livros juntos antes, mas este é o primeiro com os principais personagens deles. Esta obra conta com inspiração em outras histórias, como o filme “A Fantástica Fábrica de Chocolate” e o livro “A Montanha Mágica” (do alemão Thomas Mann)”, explica Rodrigo Paiva, diretor de licenciamentos da Mauricio de Sousa Produções.

Já o Espaço do Saber Microsoft levantará debates sobre educação, tecnologia, inovação e internet. “É importante que a Bienal, além de divulgar a produção de livros, também ajude na discussão sobre o ensino”, avalia Luís Antonio Torelli, presidente da Câmara Brasileira do Livro – CBL, organizadora da atração.

Projeto Livro nas Praças  ===   O ônibus do projeto “Livros nas Praças”, patrocinado pela Lojas Americanas e Americanas.com, estará presente na 25ª Bienal do Livro, em São Paulo, nos dias 3, 4 e 5 de agosto.    Criado em 2014, o projeto já impactou mais de 60 mil pessoas, que vivem em locais onde não existem bibliotecas públicas.  A biblioteca sobre rodas ficará estacionada do lado de fora do pavilhão, próximo ao acesso 1, ou seja, para acessá-lo os visitantes não precisarão pagar o ingresso do evento.

O acervo do “Livros nas Praças” possui cerca de 2.000 exemplares, que estarão disponíveis gratuitamente para leitura no local. Do acervo total, 70% é composto por livros de autores brasileiros, como Ana Maria Machado, Thalita Rebouças, Paulo Coelho e Monteiro Lobato. Além disso, há ainda 60 livros com ilustrações em braile para crianças, 30 livros em fonte ampliada para pessoas com baixa visão, 20 audiobooks para deficientes visuais e 35 livros em braile para adultos.

Rede Municipal de Ensino ===   A  Secretaria Municipal de Educação (SME) será responsável pelo estande oficial das políticas de incentivo ao livro e à leitura da cidade de São Paulo.  O espaço tem o objetivo de possibilitar experiências leitoras significativas para todos os visitantes, por meio da divulgação de ações da pasta que têm a leitura e a literatura como foco, com destaque para o Programa Sala e Espaço de Leitura, a Academia Estudantil de Letras e as Bibliotecas dos CEUs.

Ao longo do evento, sobretudo entre os dias 6 e 10 de agosto, estudantes e docentes realizam ações de mediação de leitura (leitura ao pé do ouvido, guarda-chuva de poemas, entre outros), saraus, contação de histórias, apresentações teatrais e musicais, batalhas de poesia, relatos de práticas e divulgação dos escritores da Rede. Também serão realizadas apresentações artísticas e culturais por convidados.

Cobertura jornalística da Imprensa Jovem ==   Cerca de 100 equipes da Imprensa Jovem, compostas por aproximadamente 400 estudantes educomunicadores, utilizarão o estande da SME para a realização de entrevistas com autores, palestrantes, profissionais da educação e visitantes, além da produção de podcasts, vídeos e publicações nas redes sociais.

Visitação escolar gratuita ===  Todas as Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEFs), Escolas Municipais de Ensino Fundamental e Médio (EMEFMs) e Escolas Municipais de Educação Bilíngue para Surdos (EMEBSs) da Rede Municipal de Ensino, totalizando 561 unidades educacionais, terão passaporte para visitação escolar e ônibus gratuitos para cerca de 25 mil estudantes. Além dos alunos, a proposta inclui a visitação dos professores acompanhantes das unidades escolares e mais 46 equipes de funcionários das bibliotecas dos CEUs.

Serviço:
25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo
03 a 12 de agosto de 2018
Pavilhão de Exposições do Anhembi
Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Santana / 02012-021 São Paulo – SP
www.bienaldolivrosp.com.br

Ingressos:

  • Meia entrada: R$ 12,50
  • Inteira:  R$ 25,00

 

IBCC Institucional

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora